Ambientação de Mago
na América do Sul


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Os primeiros Magos nas América, sem dúvida foram os Oradores dos Sonhos, os pajés, guias espirituais das tribos nativas.

Quando a América foi "descoberta", os Magos que mais migraram da Europa para o Novo Mundo foram os Verbena, que eram considerados bruxos na época, perseguidos até mesmo por outros Magos, como os do Coro Celestial, através da Santa Inquisição. Essa tradição não teve grandes problemas em se adaptar ao novo ambiente nem em fazer contato com os Magos nativos.

Outra Tradição que se fez massivamente presente na América foi o Coro Celestial, que não tardou a moldar o paradigma local em seu benefício próprio, através das missões de catequização dos índios.

Desde o princípio de nossa história, Magos são atraídos para o Brasil em busca de um lugar onde possam dominar o paradigma e criar uma realidade para si que comporte sua mágika com menor risco de Paradoxo. Desde o princípio, algumas Tradições conflitaram pelo domínio sobre cultura e crenças tanto de nativos quanto de colonos.

Essa rivalidade interna permitiu que a Tecnocracia ganhasse cada vez mais espaço, especialmente nos centros urbanos. Talvez a inexistência de uma cultura única e homogênea tenha permitido que o paradigma nacional tenha sido tão influenciado por culturas estrangeiras, facilitando o avanço dos Tecnomantes. Por outro lado, questiona-se se exatamente a heterogeneidade da cultura do Brasil não é responsável por atrapalhar os planos da Tecnocracia, mesmo que em alguns lugares isso permita a ação de Nefandi e Desauridos.

Em Caligine as Tradições estão desorganizadas. A Tecnocracia não parece ainda ser muito influente, não mais do que é em outras cidades do mesmo tamanho que essa.

Ambas facções se preparam para a Gerra de Ascenção: aos vitoriosos, a Realidade; aos perdedores, Paradoxo e Estagnação...

local original: desconhecido
nome original: descohecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es):

 Navegação Rápida