Kamamarga


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Foco

Vários kamamarga ajudam Cultistas a alcançar estados alterados de consciência. O único foco real para a mágika extática é o Eu; Para atravessar as barreiras usuais, porém, alguma concentração é necessária.

Um cultista sábio alternar suas ferramentas por vários motivos. Primeiro, ele ganha uma perspectiva maior através da experimentação. Segundo, o uso demasiado entorpece ambos os sentidos e a ferramenta. Terceiro, todos os focos abaixo são tanto perigosos quanto formadores de hábito. A variação vence o vício todos os dias. O conceito de manipular um aspecto da realidade através de uma coisa simples (usar um foco especial para um esfera) taxa o estático como ridículo: qualquer coisa a mão, se você souber como usar, coloca-o no clima. Apesar disso, cultistas do Êxtase precisam começar ainda com um foco por esfera (antes dos ajustes de Arete). Ele simplesmente usa qualquer um deles para fazer as coisas acontecerem.

Apesar das dificuldades mágikas não poderem cair abaixo de 3, estímulos intensos podem reduzir dificuldades que normalmente seriam maiores, ou fazerem efeitos vulgares parecerem coincidentes. (coisas estranhas parecem acontecer quando todos estão usando Êxtase)

Adicionar focos juntos envolve mais interpretação que rolar de dados. O jogador simplesmente descreve o que seu personagem está fazendo. Se o narrador considera o ritual apropriado ele decide o modificador, lança os dados normalmente, e decide que complicações podem surgir. O modificador normal de +/-3 ainda se aplica. Considere qualquer foco além de meditação como ganhando o bônus de "tempo extra" se for usado por mais de meia hora sem parar.

Overdose é sempre um risco. Um mago combinando ou intensificando o seu Kamamarga deve fazer um teste de Força de vontade (dificuldade 6) ou ser sobrepujado pelo que faz. Isso aumenta em +1 para cada novo focus (ou cada sucesso mágiko na tentativa de amplificação) após o segundo. Se Wolf marca três sucessos com Bombolai, sua dificuldade seria 7. Falhar nesse teste faz com que o personagem caia inconsciente por um turno ou dois; Tendo uma falha crítica coloca o mesmo em coma. Vício é uma prerrogativa do narrador, mas ele deve lembrar que cultistas estão acostumados com intensificações maiores que os mortais.

Adrenalina: Valentões preferem adrenanlina bruta. Através de performances de feitos malucos, um mago pode se concentrar por alguns minutos. Quanto mais perigoso o ato mais ele dura. Esquivar de balas pode dar um rush por dois ou três turnos; pular de moto em um trem em movimento pode durar uma hora.

Arte: Alguns extáticos se concentram criando arte, enquanto outros como Wolf podem entrar em transe enquanto olham para as suas criações. A maioria dos cultistas tem alguma forma de adereços artesanais ou arte corporal; muitos usam anéis elaborados, apesar de outros preferiram piercings ou tatuagens. Obviamente, criar arte demanda esforço, assim sendo, mágikas que usam esses focus iriam precisar de tempo e materiais para ocorrerem. Esse tipo de focus precisa ser usado rapidamente antes que a inspiração suma.

Modificações corporais/ Ordálios: Sacrifício é um aspecto importante da Mágika. Com alterações corporais e ordálios, extáticos usam danças do sol, o espetar de agulhas, açoites, fome ou tortura para deixar seus eu para trás. Alguns adeptos do sadomasoquismo refinaram ordálios à bizarros extremos, mas a intenção é a mesma: Aumentar a consciência passando através do ponto onde dor e prazer colidem. Modificações corporais - escarificações, moldagem, constrição, castração, etc - fazem as marcas do ordálio permanentes. Ambos requerem tempo (alguns turnos ou mais) para serem feitos, mas o foco dura por horas.

Dança: O caminhos mais seguro e revigorante de se chegar ao Lakashim, a dança celebra a experiência de se estar vivo e sintoniza o mago com a musica. Ele não tem que ser um bom dançarino, mas isso ajuda. Esse focus normalmente demanda espaço para se mover, alguma musica para ser dançada, e tempo para realizar. Um bom transe extático leva alguns minutos para ser atingido. Assim como a adrenalina, quanto mais forte você tenta, melhor se torna.

Drogas: Apesar de controversas, as drogas são talvez a forma mais antiga de se expandir a percepção. Elas são arriscadas, rápidas, fáceis de usar e normalmente ilegais. Uma utilização vai concentrar o cultista entre cinco minutos (crack, cristal) até seis horas (LSD, Peyote), sendo que a maioria caindo entre esses extremos. Como muitas drogas causam alucinações um extático pode perder de vista objetos, pessoas e, é claro, tempo.

Incenso: Como símbolo ancestral do desejo da humanidade de ascender aos céus, incenso ajuda na concentração dando um aroma especial à ser focalizado. Ë útil também para cobrir outros odores, especialmente em paradas policiais. Queimar incenso leva no mínimos três turnos; Ele não vai se apressar, e nem você deveria.

Meditação: Atualmente, todos os Kamamarga são meditações; esse foco, porém, envolve posturas, respiração profunda e exercícios como yoga, orações ou Tantra. Eles podem ser feitos de forma solitária, ou compartilhados, especialmente Tantra, requerendo parceiros e posições complexas. A maioria requer treinamento e preparação, e nenhum deles pode ser apressado. Usar essa forma de focus leva no mínimo 10 minutos e normalmente o estímulo pode durar até uma hora.

Musica: O Lakashim se expressa mais prontamente através da música. A forma de musica não importa, mas a intenção do músico sim. Algumas musicas sempre são poderosas, não importa como elas são entoadas, mas outras precisam duma performance perfeita para atuarem. Apesar da Tecnocracia e da cobiça terem banalizado muitas das canções, musica é um recurso sem fim que qualquer um pode apreciar. Performar leva tempo e talento, e esse foco pode durar até uma hora; ouvir requer menos mas é menos eficaz também.

Apesar da maioria dos cultistas favorecerem simples instrumentos acústicos como flautas, violões, baterias ou a voz, muitos novos recrutas usam dispositivos eletrônicos, sintetizadores e engenhocas feitas em casa. Nenhuma barreira dura para sempre.

Sensualidade/Sexualidade: o toque por ele mesmo é uma comunhão; o toque entre duas pessoas cria um laço. Combinando toques íntimos com contatos íntimos é a essência do sexo, e da mágika sexual. A intensidade da experiência (principalmente quando é feita de forma correta) cria poder - ojas - nos membros participantes. Um extático esperto sabe como conduzir essa energia através de seus chakras, ou pelo menos como focaliza-la. Alguns místikos concentram-se na sensação, outros no poder crescente. Qualquer um é eficiente.

Pura sensualidade envolve exposição de todos os sentidos para excitação; massagem, estimulação elétrica, ou apenas concentração no que você sente, todos funcionam. Sexo pode ser uma simples relação ou um elaborado rito Tântrico. Tanto o sexo quanto a estimulação demandam algum tempo. Quanto mais ele dura, melhor é o focus.

Tecnologia: Nem todos os cultistas são naturalistas. Com a Realidade Virtual, a Web, o computer Morphing e a música industrial, uma nova gama de sensações pode ser criada, disseminada e injetada direto nos centros de prazer. Tecno-Extáticos preferem ir além dos limites de tudo: sua tecnologia é normalmente única, mas qualquer um pode desfruta-la. Esse focos podem levar horas, dias ou até mesmo mais para preparar, mas apenas um turno ou dois para usar.

local original: Tradition Book - Cult of Ecstasy
nome original: desconhecido
autor(es): Kaworu Naguisa
tradutor(es):

 Navegação Rápida