Empatia e Auras


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


A sensibilidade dos cultistas fazem-nos memoravelmente empáticos: a maioria possui pelo menos um ponto na esfera mente, que lhes permite compartilhar os sentimentos dos outros e ver a aura de uma pessoa. A maioria deles faz isso tanto quanto possível. Poucas coisas são mais estimulantes que emoção descontrolada, ou mais reveladoras que as cores brutas da força vital.

Essa empatia pode explicar a obsessão do culto por sexo e violência. A sensação da dor de outros pode ser tanto revoltante quanto divertida, dependendo apenas de quem você é. Paixões sexuais, quando divididas dessa forma, podem crescer até níveis insuportáveis de prazer. Essas sensações vêm altas e límpidas durante uma luta ou uma transa a menos que o personagem tome o cuidado de bloquear sua empatia. Em circunstâncias mais calmas, o mago pode ler os sentimentos de outros através das cores de sua aura, vozes em sua cabeça, ou ondas de sensações e emoções. Em grandes grupos, isso pode ser extremamente cansativo, mas também leva a grandes explosões.

Empatas também projetam seus sentimentos, algumas vezes sem nem mesmo quererem isso. Tali Elos, um poderoso empata, tinha que cultivar sua paz interior para evitar alienar todo homem que encontrava. Usada efetivamente, empatia pode ser uma grande arma, ferramenta ou elo. Ela não é uma simples "leitura mental" - de diversas formas é mais efetiva.

local original: Tradition Book - Cult of Ecstasy
nome original: desconhecido
autor(es): Kaworu Naguisa
tradutor(es):

 Navegação Rápida