Outras Observações


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Novamente, não pode ser esquecido que os Desauridos são a personificação da própria Wyld. Não há regras fixas com Desauridos, não pode haver nenhuma regra fixa com os Loucos. Quando os investigadores pensam que entenderam os Desauridos, eles encontram situações que desafiam as "verdades" que acabaram de descobrir.

Também, quando jogando e criando Desauridos, um Mestre (ou jogador) tem que evitar estereótipos. Ele tem que evitar "Loucos Felizes e Brincalhões". Ambos os tipos de Loucos existem, mas eles não deveriam ser usados com exagero. No mundo real, as enfermidades mentais nem sempre transformam uma pessoa em um psicopata desordenado, assim nem todo Desaurido deve ser um assassino comediante. Eles são indivíduos transtornados que não tem a habilidade de compreender à si mesmo e/ou a ameaça que são para si e para tudo o que entra em contato consigo. Os Desauridos não são um a espécie de "Bozo o Palhaço" com poderes mágikos.

local original: Anders Mage Page
nome original: The Marauders Papers
autor(es): DJ Babb
tradutor(es): Winter

 Navegação Rápida