O despertar do Espírito ou Alquimia do Sangue


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Este texto foi achado em poder de um Vampiro Tzimisce de quinta ou sexta geração, que foi caçado por Sephiroth, mago Eutanatos que antes quis dar a chance do mesmo se redimir e começar uma nova existência, mas que foi recusado pelo mesmo. Ele data de 1145, e parece que foi proibido desde então, até que na renascença ninguém mais comentava a respeito!

Pelas pesquisas deste mago, este escrito é lendário dentro das rodas de Caittifs mais revoltados e que menos aceitam sua condição vampírica. A busca de tal livro até gera uma espécie de busca do cálice sagrado moderna! Igualmente Cultistas do Êxtase, Verbenas, Eutanatos e Filhos do Éter historiadores ou estudantes das variações dos corpos humanóides, além de Vazios encarnados no passado, viam na lenda algo que poderia ajudar-lhes, isso se existisse! Com a descoberta, é aberta uma faceta então desconhecida na história destes seres! Os vampiros mais antigos estão preocupados, e um número crescente de neófitos se interessam em conhecer mais, pois se sabe que a jyhad e a gehenna se aproximam. O texto é confuso, mas já que tantos são curiosos, aí vai! O texto é traduzido em palavras de nosso tempo, pois o original se encontra em Latim!

(Charles Anjo 45, órfão e fã de Jorge Ben)

O despertar do Espírito ou Alquimia do Sangue

Companheiro:

Sei o que dizem de você pegar este pergaminho. Sei igualmente que teu senhor diz que os sonhos estão morrendo, e que vocês são o topo da cadeia alimentar e tudo mais! Mas faz quanto tempo que você sequer pode ver o nascer do sol, ou o cair da tarde? Há quanto tempo que você se afastou de seus companheiros, de sua amada e teve que ficar escondido em algum castelo, masmorra, mausoléu ou sei lá qual caverna que tenha de se esconder? Isso se o teu destino, nobre companheiro, não foi ficar vagando por aí a busca de novas vítimas!

Eles dizem da graça de ser um morto vivo, e você não consegue ver vantagens em ter que ficar sugando sangue o tempo inteiro, em não comer um bom banquete, em não achar mais graça no melhor vinho do condado! Você que se divertia catando cogumelos com as crianças, que sentia o gosto de ervas aromáticas, que podia usufruir da visão dos deuses! É a ti que me dirijo, como antigo ser que teve de conviver 300 anos com essa maldita condição!

Se eu dissesse a ti que é possível você não ser mais um sanguessuga, o que você diria? Riria, obviamente! Vi o sorriso zombeteiro em seus lábios, mas quanto tempo não fazia isso? Ou então uma dessas lendas de excêntricos Profetas de Cronos, ou Bruxos que viveram muito tempo em suas cabanas, ou até mesmo de Alquimistas que enlouqueceram! Se eu te dissesse que acabei me tornando um destes Alquimistas, seria mais louco ainda! Eu sei disso tudo, e tenho consciência, pois ao levar minha mensagem a outros iguais, eu já recebi muitas dessas, mesmo!

Lembra aquela história do malkaviano que encarnava um espírito de um antigo mago caminhante dos ciclos que tinha como última missão na Terra convencer o mesmo a sair de sua condição, e que acabou conseguindo? Você achava mentira, mas essa pessoa virou um valoroso Verbena, e morreu de repente, dormindo de uma doença que não faria nada a um vampiro: o coração parou com ele dormindo! Ele ainda viveu tempo suficiente para inspirar o mentor de meu mestre a estudar as transmutações da matéria com seu exemplo, e ensinar sua esposa os caminhos da vida!

Isso eu lhe digo para que leve a sério os sonhos e as lendas! Nosso mundo não vive só de pesadelos, felizmente!

Mas vamos ao processo em si! Bem, até hoje a única maneira de se livrar disso conhecida era morrendo! Isso porque se acredita que uma vez você mordido sua alma se esvaia e ia direto para o inferno! Acontece que sabemos muito bem que o corpo não pode viver sem a alma, então o que nos dizem até hoje é uma dada e possível mentira!

Se você nasceu de uma mulher, que se relacionou com um homem (bem ou mau, não sou eu que julgará isso) e se você possui consciência para ler isto que lhe escrevo, se tem inteligência, se sente, se raciocina, se todos os teus órgãos estão aí, mesmo que parados, como eles possuem a cara de pau de dizer que sua alma foi ao inferno? Se você não notou ainda, ela ainda está aí, e faz você viver! Pois se todos os teus órgãos estão parados, se seu coração e cabeça não funcionam mais, como você pode estar se movimentando! Seu corpo não esquenta, seu sangue está gelado, e mesmo assim você anda! Meu caro, você só vive porque sua alma está aí!

Acontece que hoje se sabe no processo de vampirização o corpo da vítima que se transformará acaba sofrendo uma espécie de paralisia quase geral! Os órgãos internos param de receber descargas cerebrais e tem-se a impressão de que vai se morrer! Você desmaiou, meu caro, é ou não é verdade? É complicado te explicar de descargas cerebrais, pois ainda não estamos acostumados a essa linguagem, mas em resumo seu coração pensa que morreu, mas suas pernas, braços, boca, olhos, sabe que não! Como seu coração pensa morrer, tua alma acabará desmaiando! Ela adormece e não guia mais teu corpo!

Com isso, você perde energia, pois ela pára de mandar as suas para você! Na verdade, tua alma perdeu tanta energia que não consegue acordar, ela entra em estado de torpor! Como mesmo os que não conseguem transmutar energias, de certa forma ainda possuem algo, eles desenvolvem ao mesmo tempo formas de conseguir e perceber como retirar energias de outros, já que perdeu a mesma! Você sentiu sede de sangue, mas é a energia dali que te interessa! Não sente mais fome pois teu corpo não consegue mais retirar energia do alimento! É o sangue que te alimenta, pela energia contida ali! Os teus poderes são enganações de sua fraqueza!

Mas é possível realimentar a alma e fazê-la despertar! A mais simples, mas a menos desejável é morrendo: você libertaria sua alma de uma existência ilusória e a faria fluir para uma existência mais desejável! A segunda forma é o que chamamos processo de despertar da alma! Ele pode ser feito por você ou alguém!

O primeiro a sofrer o processo foi o Malkaviano citado: uma vez, o espírito, ao se encarnar nele, descobriu uma brecha no plexo solar, e enfrentou o demônio que ninava a alma! Depois de o derrotar, ele acordou a alma, que tonta mal o via, e depois a tocou em sua costela para que a mesma despertasse e espalhasse a energia pela alma! Mas você pode fazer isso: localize o plexo solar e junto a isso tente despertar o que os orientais falam de Serpente Kundalini, que fica perto dos órgãos sexuais! O despertar da mesma pode se dar pela meditação, pelo sexo tântrico ou outras técnicas orientais! Mas é mais fácil você, com sua fé, conseguir fazer que seu coração volte a funcionar! Fique num local tranqüilo e se concentre, depois descubra um local ou ser de poder e converse com ele! Dê a sua energia, e você a receberá de volta! Cada pessoa sabe algo, mas imagine luz saindo de seu corpo! Dê tudo que puder, até desmaiar!

Quando acordares, geralmente pela manhã, você perceberá que o sol já não o queima! Você não será mais vampiro, meu caro! É simples, mas durante todo o processo sua razão te dirá que não é possível! Não pense, tente fazer que seus pensamentos fluam até que não haja mais pensamentos! Aí sim, comece o processo! Mas imaginação não é pensar! Então veja, dance, se desgaste nesse local, e tenha o firme propósito do que você quer com isso! Aprenda a dar, já que você esqueceu! Faça isso pelo menos um ciclo de lua, pois você precisa se convencer que é vivo, e não um morto vivo! Se quiser fazer isso com alguém, não lhe retire a energia! Se você se envolver com uma mulher, beije-a somente, copule, mas não morda! Lamba seu corpo e resista a tentação do morder, e antes de tudo, descarregue sua energia nela, não a retire! Peça para ela dar a energia, e não retirar! Isso é difícil pois é mais fácil receber que dar!

Mas antes de tudo, consiga convencer seu coração de que está vivo, e somente paralisado! Quanto mais velho você for nessa condição, mais complicado, pois você sabe muito bem que teu corpo acostumou a não funcionar! No início é difícil, pois os órgãos se tornaram atrofiados! Você vai ter de se convencer que eles funcionam, vai ter de se convencer que pode viver só de comida, e vai ter de se acostumar a luz do sol, pois ela inicialmente será fortíssima! Aliás, até a lua te parecerá extremamente luminosa, pois você achava que a via, mas seus olhos estavam praticamente cegos! Isso durará duas semanas!

Depois é como se você fosse outra pessoa, tudo será novo e tua vida será completamente diferente! Isso acaba despertando muitos antigos de nossas condições, e não é raro que os verdadeiros poderes mentais e espirituais acabem aflorando! Não é raro que muitos acabem controlando a realidade a seu bel-prazer, e alguns até enlouquecem! Tudo é tão maravilhoso e terrível ao mesmo tempo! Parece que finalmente com o fim do pesadelo, você vive! E isso é incrível!

Eu não sei te descrever bem isso, mas posso afirmar que há muito mais a se dizer! Há um livro inclusive que eles renegaram que ensina melhor como você conseguirá executar tudo que te falei! Mas não há uma fórmula! Eu fiz um elixir, conheço um camarada que fez a dança da morte! Outro foi dando pontadas no coração! Por isso é tão complicado lhe explicar, mas o princípio é este: desperte seus órgãos internos e aprenda a dar energia!

É quase mortal, mas vale a pena!

Cabull Joarey (Alquimista ressurgido das cinzas. Trilhador dos caminhos contrários. Seguidor da trilha independente)

local original: Page of Mirrors
nome original: O Despertar do Espírito
autor(es): Lagarto Alienígena
tradutor(es):

 Navegação Rápida