A Natureza dos Espíritos


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


A Umbra abriga uma variedade impressionante de espíritos. Eles são criaturas de força espiritual bruta, não estando aprisionados em sangue e carne. Alguns relacionam-se intimamente com seres do Reino, mas muitos pertencem apenas à Umbra, o que dificulta descrevê-los em termos físicos.

Os habitantes do mundo espiritual possuem uma hierarquia evidente. Os grandes espíritos transpiram/geram espíritos menores, que por sua vez regridem para espíritos ainda menores. Esses espíritos maiores são chamados de padroeiros dos menores. Embora muitos espíritos pareçam ter padroeiros, os Garou suspeitam que alguns espíritos manhosos existam fora da cadeia do padroado espiritual.

O maior espírito é Gaia. Abaixo Dela está a Tríade: a Wyld, a Weaver e a Wyrm. Abaixo da Tríade, os Celestinos, que são semelhantes a deuses. Abaixo dos celestinos, os Incarna: os senhores e reis do mundo espiritual. Seus servos, os Jaggling e os Gaffling, são como cavaleiros e vassalos.

local original: Lobisomem - O Apocalipse
nome original: O Mundo Espiritual
autor(es): desconhecido
tradutor(es): desconhecido

 Navegação Rápida