Nanomáquinas aplicadas
à tecnomágica


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Antes de tudo é necessário definir o significado da palavra nano, que é a milionésima parte do milímetro (putz).As nanomáquinas foram desenvolvidas a pouco tempo e são amplamente usadas pela União Tecnocrata e por alguns Tecnomagos das tradições.As utilidades dessas pequenas máquinas são infinitas, desde a manutenção de andróides e seres humanos até a liberação de rajadas elétricas!
O aparato básico para o desenvolvimento e estudo das nanomáquinas é o nano reator, é nele que são criadas as nanomáquinas.O desenvolvimento de nanomáquinas é complexo, ele requer um bom tempo de trabalho e conhecimentos específicos, além de um bom laboratório.
A União Tecnocrata está à frente da maioria dos nossos cientistas por possuírem alguns dos maiores e melhores laboratórios do mundo e acesso quase ilimitado à recursos.
Para os Irmãos do Éter que queiram saber mais eu listarei uma série de efeitos úteis que podem ser gerados através dessas pequenas maravilhas:

Criação de Nanomáquinas (Matéria 3, Correspondência2):
Através da nanoengenharia é possível desenvolver novas nanomáquinas, o foco mais usado (E eu acho que é o único usado) é o nano reator.

Nano-implantes sensoriais (Qualquer esfera em nível 1):
Implantes de nanomáquinas nas área sensoriais do cérebro permitem a ampliação e até criação de novos sentidos:Visão de Raios X, infravermelha e outras.

Nano- implantes neurais (Mente 1 ou 2 ou 3 e Vida 4):
O implante de nanomáquinas em áreas específicas do cérebro para estimula-las.Essa técnica já se provou efetiva mas também perigosa,cientistas menos experientes já foram vítimas de vazamentos de padrão e outros acidentes piores envolvendo seus cérebros.

Nanomáquinas regeneradoras de tecidos (Vida 2 ou 3):
A liberação desse tipo de nanomáquina na corrente sanguínea é algo comum na tecnocracia, elas começam a reparar os tecidos do agente assim que ele for ferido (Claro,isso usando tempo e entropia) existem outras variações que são ativadas por controle remoto ou impulsos nervosos.

Nanomáquinas estruturais (Vida 3, 4 ou 5):
Essas nanomáquinas apóiam ou substituem certas células estruturais do corpo como células epiteliais e musculares, aumentando sua produtividade sem afetar o metabolismo.Existem diversas outras variações, para tecidos ósseos, cartilagens, etc. Existem até nanomáquinas estruturais limitadoras capazes de reduzir o número de células e reduzir o tamanho de um indivíduo.

Nanomáquinas ampliadoras e transmissoras de bioeletricidade (Forças 2 e Primórdio 3 ouForças 2):
Essas nanomáquinas especiais desenvolvidas nos últimos tempos podem ampliar e transmitir a bioeletricidade gerada no nosso corpo.O indivíduo pode lançar raios e eletrizar o próprio corpo, qualquer um que o tocar leva o dano correspondente ao número de sucessos para dano.Outra coisa que pode ser feita é lançar raios elétricos por partes do corpo.

Nanomáquinas entrópicas (Vida 3 ou Vida 3 e Entropia 4):
Essa é uma variação destrutiva das nanomáquinas restauradoras de tecidos.Ao invés de restaurar elas destróem células específicas e deterioram tecidos, causando doenças diversas.Existe um tipo de máquina que pode alterar células causando câncer e outras doenças degenerativas.

local original: Page of Mirrors
nome original: Nanomáquinas aplicadas à tecnomágica
autor(es): Alan Bezerra de Carvalho
tradutor(es):

 Navegação Rápida