A Sociedade dos Sentinelas


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Embora oficialmente aceitos, os Filhos do Éter e Adeptos da Virtualidade ainda hoje são vistos com suspeitas por muitos magos dentro das outras tradições. Afinal, as duas tradições são compostas por tecnomagos, e quem pode prever quais são seus planos na realidade?

A Sociedade dos Sentinelas é um grupo informal de magos que vigia as atividades dos tecnomagos das tradições e seu simpatizantes. Ela se originou logo após a deserção dos Filhos do Éter da Tecnocracia e sua aliança ao Conselho. Vários grupos de magos diziam de forma repetitiva que as tradições estivam em perigo e sendo infiltrada pela Tecnocracia em larga escala por agentes e colaboradores dentro dos Etéricos, além de mencionar que a tecnomágika não deveria ser aceita como uma forma verdadeira de mágika. Se eles aceitassem os Filhos de Éter, as Tradições correriam o risco de se tornar uma segunda Tecnocracia. Entretanto a maioria dos outros magos estavam deslumbrados com a oportunidade de aumentar seus números e enfraquecer a Tecnocracia, e consideravam as exceções como conservadores e supercautelosos.

Nos anos seguintes à aceitação, algum dos magos que tinham protestado juntaram-se com outros, chamados pelo influente bispo Corista Klaus Wollheim de Aedes Lucis Dei . Eles discutiram como as coisas tinham acontecido, e enquanto eles concordavam que alguns de seus medos tinham sido infundados, a ameaça ainda permanecida. Os Filhos do Éter estavam agora movendo-se dentro das tradições, aprendendo coisas sobre capelas e política interna que poderiam enfraquecer as Tradições se isso caísse nas mãos da Tecnocracia. O bispo propôs que os participantes e seus amigos formassem uma rede informal afim de conter a infiltração crescente Tecnocrata e assim cortar o mal pela raiz. Depois de alguma discussão sobre os detalhes técnicos, eles concordaram em formarem a Sociedade de Sentinelas (Societas Custorum). Seu propósito era secretamente observar os Etéricos e seu simpatizantes, cuidadosamente monitorando suas atividades e eliminando agentes da Tecnocracia. A Sociedade consiste de vários grupos independentes, ligados por uma rede de comunicação mágika e códigos secretos.

Os Sentinelas tiveram algum sucesso inicial poucos anos depois no caso Goldstein. Um Filho de Éter envolvido no desenvolvimento de comunicações de rádio foi descoberto como sendo um agente da Tecnocracia que passava informação vital ao inimigo usando seus dispositivos. Os Sentinelas levaram seus relatos à público e Goldstein desapareceu, provavelmente foi morto por magos da capela que ele traiu. Depois deste evento vários magos se uniram aos Sentinelas. Alguns anos depois eles criaram uma rede de contatos e aliados dentre as tradições. Quando os Adeptos da Virtualidade forma aceitos, os Sentinelas deram o melhor de si para convencer as tradições à não aceitá-los, mas falharam outra vez principalmente devido aos esforços dos Filhos do Éter. Em um encontro secreto da maioria dos membros influentes, os Sentinelas decidiram observar os Adeptos da Virtualidade também.

A Sociedade de Sentinelas é mais fortes na Europa, onde alguns de seus membros influentes mais controlam várias das maiores e antigas capelas. O número de magos conservadores dentre os herméticos e magos do coro ainda tem muita força ( o Bispo Klaus Wollheim abdicou de seu cargo de líder nominal à favor de seu pupilo Diácono Nicolai Krantz, também de Aedes Lucis Dei), mas os Oradores dos Sonhos, Verbena e Cultistas do êxtase tem tornado-se uma parte dinâmica da Sociedade. Isto é muito discreto, e a maioria dos membros encontram-se em grupos informais com nenhum laço mútuo . Os membros geralmente agem e trabalham de forma comum, mas sempre mantém um olho na infiltração Tecnocrata e nas atividades dos Filhos de Éter e do Adeptos da Virtualidade. Se eles notarem alguma coisa suspeita , irão contatar a Sociedade que investigará além disso. Essas investigações são muito sutis, freqüentemente empregando magos de fora da sociedade como investigadores. A Sociedade raramente age contra os ofensores, preferindo distribuir a informação para outro magos (especialmente grupos como a Irmandade de Bertrando ou o Quaesitors da Ordem de Hermes).

A Sociedade entretanto não está livre de problemas internos. A causa principal da discordância está entre os conservadores da Ordem de Hermes e do Coro Celestial, que somente desejam certificar-se o tecnomagos fiquem em seu devido lugar e não ameacem as tradições, e grupos dos Verbena e Oradores dos Sonhos que desejam encontrar meios de expulsá-los das tradições. Os conservadores reclamam que isto poderia ser difícil e perigoso, e poderia arriscar expor a Sociedade. O radicais consideram que os conservadores temerosos e prudentes demais. Outro causa de discussão está em permitir que Filhos do Éter ou Adeptos da Virtualidade leias possam ajudar ou até mesmo se unir à sociedade. Aparentemente alguns Adeptos têm formado seu próprio grupo de Sentinelas, conhecidos como o Modo Supervisor, para observar além de sua própria tradição e eliminar infiltração externa. Para tornar isso ainda mais complicado, existem rumores de que o Modo Supervisor esteja ligado à Adeptos da Virtualidade que trabalham contra magos de natureza radical, o que torna os Radicais muito suspeitos para o grupo.

A Sociedade tem sido bem-sucedida em esconder completamente sua existência. Não é nenhum segredo que existem magos que crêem que existam tecnocratas no meio das tradições, mas a idéia de que eles formam uma organização é geralmente considerada como outra teoria da conspiração (isto é certamente encorajado pelos Sentinelas, que adicionam rumores para tornar esta teoria ainda mais tola). O Modo Supervisor suspeita que exista alguma espécie de resistência, julgando os resultados de suas simulações de computador, mas não são capazes de provar isto.

local original: Anders Mage Page
nome original: desconhecido
autor(es): Anders Sandberg
tradutor(es): Winter

 Navegação Rápida