Precognição


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Com este poder o Feiticeiro pode prever o futuro, utilizando algum tipo clássico de leitura da sorte - como tarô, quiromancia, folhas de chá, ou até simples visões. A previsão é oracular e críptica, dependendo da interpretação do Feiticeiro ou de outros.

Atenção: o Narrador faz o teste deste poder secretamente, e fornece para o jogador a informação de acordo, sempre de modo complicado e simbólico.

Teste: Percepção + Ocultismo. Até o tempo de uma geração inteira.

- Uma semana no passado ou futuro; ocasionalmente acerta.

- Um mês no passado ou futuro; erros freqüentes.

- Visões de um ou dois anos no futuro; ainda ocorrem erros.

- Pode ver até 10 anos distante do tempo atual! Mesmo quando a visão está errada, sempre existe algo de correto nela.

- Tentativas de vislumbrar cada cem anos extras no passado ou vinte no futuro aumentam a dificuldade do teste em 2.

local original: Revista Dragão Brasil
nome original: Feiticeiros
autor(es): Rogério Saladino, revisado por: Gervásio da Silva Filho
tradutor(es):

 Navegação Rápida