Os Caminhos do Dô


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Após finalmente ter conseguido ler o Tradition Book da Irmandade de Akasha neste "fim-de-mundo" onde eu moro, eu notei que o livro não oferece uma expansão significativa na parte denominada "O Combate é apenas uma pequena parte do Dô". Então resolvi escrever algumas regras novas para fornecer algumas opções para aquelas pessoas que não criaram seus personagens com o intuito de quebrar vigas de aço com o nariz

Nota: Nem tudo isto foi testado, talvez algumas partes precisem ser alteradas.

Nos casos onde o ajuste de dificuldade for a metade do nível de Dô, arredonde este número sempre para cima. Para desenvolver este texto eu me baseei no "River diagram de Fu Hsi", considerado um dos mais antigos artefatos da cultura chinesa (pelo menos nas minhas fontes).

"O caminho criou um;
  um criou outros dois.
  estes dois criaram três,
  e estes três criaram todos os outros seres"
  Tao Te Ching

Os caminhos de um praticante de Dô são muitos e variados, para cada um existe uma maneira correta de se fazer todas as coisas. Grandes escolas de Dô foram surgindo com o passar dos anos para guiar os novos adeptos que iam surgindo a cada dia, cinco delas se sobressaíram às outras e desenvolveram-se enfatizando aspectos diferentes do que uma pessoa deveria se tornar. Elas ensinam o caminho do fogo, da água, da madeira, do metal e da Terra. Estes estilos do Dô são baseados (respectivamente) no espírito, vida, essência, sentido e energia originais.

Apesar de um praticante de Dô no começo só praticar os ensinamentos de uma escola, os ensinamentos de cada escola podem vir a ser seguidos com o passar do tempo.

Abaixo seguem algumas regras possíveis para o desenvolvimento de um segundo (ou mais) estilo de Dô:

Deixar que o jogador desenvolva qualquer estilo do Dô e quantos ele quiser.

Fazer com que o personagem abandone o treinamento e esqueça um estilo para poder aprender o outro.

Deixar que o personagem aprenda estilos novos mas se um estilo antigo for usado antes dele obter o domínio total do novo, então todo o treinamento novo é perdido.

Deixar o personagem aprender estilos novos mas aumentando o custo para que este se torne o custo de todos os outros níveis aprendidos (ex. Um personagem com forma da água 4 e forma de metal 3 quer aprender um nível novo em Dô, o nível atual para o custo seria considerado como 4 + 3 = 7) Este é o método que eu mais gosto, ele oferece maior flexibilidade para os jogadores e coloca na cabeça deles que o treinamento é árduo e difícil de se conseguir: "Você deve se perder pelos caminhos do mundo, vivendo sem prejudicar outra criatura viva por 4 estações e você estará pronto para adrentar a forma da madeira", e só deixe um personagem alcançar nível 5 em um estilo de Dô. Se você permitir que um personagem possua formas múltiplas de Dô ele deveria começar com só uma forma, em sua criação.

As habilidades especiais do Dô não se aplicam se o personagem não tem a forma apropriada, os únicos que podem usar as habilidades de combate do Livro das Sombras e de MAGO A Ascensão 2ª edição são os praticantes da forma do metal, outras formas não podem esmurrar, chutar, dar voadoras etc, porque eles irão ter suas próprias habilidades.

As Formas:

A Forma da Água:

  "Nada no mundo é mais flexível que a àgua."
 Tao Te Ching

O praticante da forma da Água visa fortalecer a vida original que se expressa através da sabedoria. Todas as dificuldades em esportes recebem um bônus igual a metade do nível de Dô.

Estilo interno: Focalizando seu chi interior o mago pode lançar-se em um ataque súbito (role novamente os 10 nas jogadas de iniciativa).

Estilo Externo: Entrando em sintonia com o ambiente o mago sabe o melhor lugar para mover-se (podendo rolar Destreza + Dô contra uma dificuldade 8 para cancelar sucessos de uma esquiva ).

Habilidades Especiais

Vôo do Pardal: O praticante de Dô pode saltar grandes distâncias por um curto período de tempo (Destreza + Dô dificuldade 8).

Andando com a Luz: O praticante de Dô pode mover-se sem deixar rastros (Destreza + Dô dificuldade 8)

Posição do Dragão: O praticante de Dô tem um equilíbrio quase perfeito podendo por exemplo equilíbrar-se sobre um carro em movimento (Destreza + Dô dificuldade 8)

Lung gom: "A arte do Lung Gom surgiu no Tibet e concede a habilidade de viajar muito rápido através das regiões inóspitas daquele país. O treinamento consiste em viver na escuridão e exclusão completa por 39 meses de constantes exercícios respiratórios... Dizem que as pessoas qualificadas nesta arte conseguem percorrer distâncias maiores que trezentas milhas em aproximadamente trinta horas" (Lyall Watson, Supernature) (Vigor + Dô dificuldade 8)

A Forma do Fogo

  "Eles conhecem o mundo
  sem nunca terem ultrapassado uma porta.
  Eles vêem o céu e seus padrões
  sem espiar pela janela."

  Tao Te Ching

Praticantes da forma do Fogo do Dô estudam o espírito original para aumentar sua consciência. Tais pessoas recebem um bônus igual a metade de seu nível de Dô em jogadas de Consciência e Prontidão.

Estilo interno: Enfocando sua consciência interiormente o praticante de Dô se torna ciente da causa de suas emoções e pensamentos (Quando alguém tentar manipular a mente ou emoções de um praticante da forma do fogo ele recebe uma penalidade igual a metade do nível de Dô do praticante)

Estilo Externo: A consciência do praticante de Dô é estendida ao seu redor, ajudando-o a entender intuitivamente o mundo (todas as jogadas de intuição recebem um bônus igual a metade do nível de Dô do praticante).

Habilidades Especiais:

Uno com o Mundo: Entrando em sintonia com o Mundo o praticante pode identificar aqueles aspectos que não estão em harmonia (Percepção + Dô dificuldade 8 para identificar objetos/pessoas que estão fora de contexto com o ambiente [por exemplo identifica se um quarto foi vasculhado através da mobília que necessita ser reorganizada]).

Uno com a Natureza: Todas as coisas que compoem a natureza ocupam o lugar que mais se ajusta a elas, então harmonizando-se com natureza o praticante de Dô entende onde um determinado objeto/criatura pode ser encontrado (Percepção + Dô dificuldade 8 para localizar partes naturais do ambiente [claro que eles devem estar presentes para serem localizados]).

Uno com os Outros: Entrando em harmonia com os demais, o praticante de Dô consegue entender melhor estas outras pessoas (Usando Percepção + Dô dificuldade 8 o praticante de Dô pode determinar características da dinâmica de um grupo, quem é o líder, tensões dentro do grupo, se o grupo está completo ou não e qual sua reação perante outros grupos).

Movendo-se com o Mundo: Movendo-se conforme a melodia do mundo o praticante de Dô consegue ficar indistinguível de tudo que o cerca (Destreza + Dô dificuldade 8, o número de sucessos é adicionado aos sucessos de uma parada de furtividade).

A forma da Madeira

 "O Caminho é harmonia desimpedida; seu potencial nunca pode ser completamente explorado"
Tao Te Ching

Os praticantes da forma da madeira do Dô trabalham para fortalecer a essência original que se manifesta na forma da gentileza, compreendendo a inocência sem preconceitos das crianças. Por causa do falta de malícia as dificuldades do praticante de Dô em cultura são reduzidas pela metade de seu nível de Dô.

Estilo interno: Direcionando o Chi para seu interior o praticante elimina de si as características que desagradariam as pessoas ao seu redor. (todas as jogadas de etiqueta recebem um bônus igual a metade do nível de Dô do praticante).

Estilo Externo: Dirigindo seu Fazer fora aqueles em torno do praticante de Dô parece mais seguro (todas as jogadas envolvendo lealdade no grupo em que o praticante de Dô faz parte recebem um bônus igual a metade do nível de Dô do praticante).

Habilidades Especiais:

Trazendo a Paz: O praticante pode aliviar tensões liberando seu chi para estabelecer uma aura de harmonia (Carisma + Dô dificuldade 8, um sucesso para acalmar uma pessoa agitada, 5 ou mais para tentar acalmar um multidão enfurecida

Paz de Verão: A serenidade do praticante faz com que as pessoas desejem tornar-se amigos dele. (Carisma + Dô dificuldade 8 para fazer com que uma pessoa se torne amiga e ajude o praticante [não funciona com pessoas nervosas], se o mago em seguida abusar desta pessoa a habilidade vai se tornando cada vez menor. Com um sucesso talvez o entregador fique disposto a verificar de onde veio aquela estranha encomenda , 5 sucessos ou mais faria o clone Progenitor infiltrado no grupo mudar de lado)

Amigo dos Animais: O praticante emana tanta paz que até mesmo os animais selvagens não o atacarão (Carisma + Dô dificuldade 8 , com um sucesso para um cão de guarda, com cinco ou mais faria o leopardo faminto não querer mais atacar você)

Harmonize a Luz: Meditando sobre a discussão de duas pessoas, o doísta consegue o entendimento que será capaz de reconciliá-los (Manipulação + Dô dificuldade 8)

A forma do Metal

"De uma forma desconhecida, os guerreiros vão tornando-se mais poderosos à medida que envelhecem"
Tao Te Ching

A Forma do Metal do Dô estuda os sentidos originais para desenvolver a força. Seus poderes são aqueles explicados no Livro das Sombras e em MAGO a Ascensão.

A forma da Terra

"... Não existe um meio dos rinocerontes chifrá-los;
não existe uma forma dos tigres cravarem suas garras neles
não há uma forma de ferí-los com armas
Por que? Porque eles não tem um lugar para morrer

Tao Te Ching

Praticantes da forma da água cultuam a energia original que se manifesta através da pureza. Eles podem resistir a toxinas (fadiga, drogas) com uma jogada de Vigor + Dô dificuldade 8

Estilo interno: Mantendo a pureza de seus pensamentos o Mago se torna mais forte para resistir contra a vontade dos outros (role novamente os 10 em jogadas de Força de Vontade para resistir à algo)

Estilo Externo: mantendo a pureza do corpo o praticante de Dô pode resistir melhor aos danos sofridos (Role novamente os 10 em jogadas de absorção de danos).

Habilidades Especiais:

Mestre de si Mesmo: Utilizando-se de seu treinamento de Dô e de seu auto controle o praticante deixar a dor para segundo plano ( durante uma cena o praticante pode ignorar os efeitos da dor de [números de sucessos em uma jogada de Vigor + Dô dificuldade 8] níveis de vitalidade.

Estabilidade da Montanha: Utilizando seu treinamento de Dô o praticante não pode ser movido contra sua vontade(Vigor + Dõ dificuldade 8, um sucesso para não ser movido por um humano normal, 5 sucessos ou mais para não arrastado por um trem [entretanto o personagem sofre o dano normal])

Ataque Atordoador: Utilizando-se da energia do Dô o praticante de Dô consegue atordoar qualquer um que tente cometer atos violentos contra ele (quando em combate corpo a corpo o praticante pode tentar atordoar o alvo rolando Vigor + Dô dificuldade 8,e este pode resistir gastando força de vontade. Cada sucesso do praticante torna o alvo incapaz de realizar qualquer ação por uma rodada, não pode ser usado sobre mais de um alvo por cena.

Tornando-se uno com um meta: O praticante focaliza seu ser na meta que deseja alcançar. Quando neste estado o praticante pode ignorar distrações até um nível igual aos sucessos de uma jogada de (Inteligência + Dô com uma dificuldade 8) até que seu objetivo seja alcançado. É claro que isto não impede que o praticante sofra as penalidade normais em qualquer outra ação que não esteja relacionada diretamente com seu objetivo

local original: Anders MagePage
nome original: desconhecido
autor(es): David Hood
tradutor(es): Winter

 Navegação Rápida