O ritual da Dor 


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Todos os nefandi conhecem as virtudes da dor. Como elemento do desespero a dor é uma grande ferramenta para trazer o Vortex a tona dentro de uma pessoa. A dor rompe barreiras, as pessoas não têm limites para sua dor, conforme mais e mais dor elas sofrem mais são capazes de sentir antes de perder a consciência. A dor física, como ferramenta de “iluminação” é capaz de transcender o corpo, levando um indivíduo a negar sua própria forma como meio de se livrar da dor. A dor é poderosa em sua capacidade de quebrar indivíduos, com ela é possível se afetar todos os níveis de existência de alguém. Submeter pessoas a constantes dores faz com que suas mentes se quebrem: traumas se decorrem de dores excruciantes, pessoas podem ser induzidas a fazer ou não fazer uma coisa por meio de punições severas. A antecipação subjuga a vontade de um indivíduo ao mago. As promessas de punições severas são capazes de retirar qualquer moralidade ou resquício de autocontrole de um alvo. A dor molda o espírito conforme ela cria insensibilidade, a raiva, ira e o ódio todos decorrem da dor e conforme a mente é quebrada pelas sensações do corpo a insensibilidade e o sadismo de instalam. Os nefandi são escolarizados no que se refere a causar sofrimento físico a seus alvos. Considerada uma forma de alta mágika existem muitas formas com que a dor é aplicada. Câmaras de tortura são especialmente criadas para o “condicionamento” de vítimas. Os nefandi se utilizam de adagas e Athames especiais para os seus rituais negros de dor. Tatuagens são feitas em vítimas ao se costurar sobre a carne viva linhas de couro, essas tatuagens subjugam a vítima a vontade do mago conforme a antecipação de dores maiores é instalada da carne do alvo. Queimar os olhos de uma vítima com o símbolo do desejo que se quer instalar é uma prática comum entre os nefandi. Grandes rituais de dor podem instalar sentimentos na vítima sobre uma pessoa em especial. Normalmente os nefandi colocam algo que pertença ao alvo ou mesmo uma foto em frente a vítima enquanto falam por longas horas como a culpa dos sofrimentos causados é dela. Essas sessões de tortura quebram a mente do alvo instilando ódio profundo. Muitos magos e acólitos presos por nefandi são transformados em escravos conforme o decaído tortura sua vítima, essas torturas são tão grandes e dolorosas que um medo insano acaba se instalando no subconsciente da vítima, a imagem do nefandus é associada com poder e o alvo aceita missões suicidas ou mesmo trabalhos degradantes por saber que as punições caso se recuse são piores que a própria morte. Esses escravos são notavelmente presos a ferramentas que lembrem-nos do que os espera, piercings ,cortes, coleiras e espinhos são encravados no alvo e o adornam. Muitos nefandi vivissecam suas vítimas e criam torturas grandes o suficiente para destroçar a mente delas transformando-as em seres irracionais. Essas seções criam seres que, devido as suas dores, acham o fim de tudo um ideal a ser seguidos. Mantidos perto da morte eles acreditam plenamente que o fim de sua tortura só acontecerá quando o vortex destruir tudo. Eles rezam pelo dia de sua total destruição. Esses seres são condicionados por seus mestres nefandi a serem incapazes de cometer suicídio. Uma série de tatuagens são costuradas por dentro da pele e sobre os ossos dessas criaturas impedindo que terminem conscientemente com seu sofrimento.

As ferramentas comuns para rituais da dor são: Giletes desgastadas, Athames rituais especialmente consagrados para doer mais que o normal, Mascaras de ferro em brasa, Lixas, vendas especialmente consagradas para evitar a perda da consciência, Pós para queimadura química, bisturis, agulha e linhas feitas com a própria pele e ossos da vítima que traçam imagens sobre ou sob a pele da vítima, tatuagens a ferro e sangue preparadas para induzir estados especiais a vítima, pregos e farpas, martelos e facas, instrumentos especialmente infecciosos e fogo.

A maioria dos rituais da dor são coincidentes devido a serem encarados como “traumas de tortura”, é claro que magos capazes de ler primórdio ou a mente do alvo verão que ocorreu bem mais que isso. Os padrões da mágika nefandi deixam marcas no corpo e alma dos que já sofreram e muitas vezes o alvo pode ser confundido como um nefandus. (o que deixa os nefandi bastante felizes até certo ponto)

local original: Page of Mirrors
nome original: Nefandi
autor(es): Kaworu Naguisa
tradutor(es):

 Navegação Rápida