Profetas Negros


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Os denominados profetas negos são humanos que alcançaram a maestria no domínio das artes limitadas dos caminhos para o Limbo. Esse humanos existem desde o início da história e sempre serviram como embaixadores dos Lordes Negros e Demônios adorados pelos Nefandi. Uma classe especial de Diabolicistas esses magos são caçados e exterminados a primeira vista sempre que encontrados. Conhecidos por sua tendência a profecias e o fato de se dividirem em famílias que contem tanto magos quanto amaldiçoados, o poder que eles comandam pode iludir muitos dos despertos que subestimam seus parentes limitados.

Ser um profeta negro é estar em contato com o poder por trás das maquinações nefandi e, conforme recebe o conhecimento de como acessar níveis mais e mais altos da hierarquia negra, tornar-se um general adormecido dentro da campanha pela realidade. A maioria dos humanos que se envolvem com esses poderes os fazem por ganância, cobiça e acabam, sem nem mesmo saber, sendo vítimas terminais das artes que seus seguidores controlam. Motivos diversos houveram para que esses homens fossem chamados ao serviço. De talentos místicos a nefandi aleijados que sofreram um  gilgul incompleto, as artes da “Religião negra” a muitos milênios tem sido exploradas. Sendo um conhecimento precioso e invejado a Linha dos Caminhos para o Limbo é marcada principalmente pelo poder dos Nomes e da criatividade de seus usuários.

Tudo começa com o contato com um mago verdadeiro. Conforme o Nefandus expõe o primeiro segredo do chamado e decifra os nomes verdadeiros para o Profeta  os poderes secretos se revelam. O foco para o primeiro ritual é sempre simples, uma palavra, um gesto, algo que por segundos abre a mente do místico ao poder da mente do magus. Com o poder de ler mentes alheias mesmo o mais simplório dos homens ganha vantagens cruciais sobre seus iguais. Basta um nome para que o mago possa amaldiçoar alguém com a ligação com o limbo e assim ler seus segredos mais íntimos.

A estratégia da Linha é sempre a mesma, o profeta amaldiçoa sua vítima com a visão e , conforme ela é atormentada, ele limpa e lê tudo que quer. Conforme vai ficando mais e mais forte o magi acaba descobrindo como acessar o grande conselho negro e, assim, navegando pelas bibliotecas de conhecimento alcançar o próximo nível. Como um grande jogo o mago troca favores por conhecimento com as entidades que não conhece e progride passo a passo até realmente poder ser abençoado pelos Lordes negros.

O poder da Conferência dá acesso a mente dos nefandi dentro da terra e assim coloca o profeta ciente de sua posição na escada ao poder dos usuários de sua linha. Nesse nível sendo apenas um negociante dentro de uma grande sociedade secreta ele não passa de um peão que, em troca de conhecimento e informações, realiza trabalhos para os decaídos. Ao passar ao próximo estágio ele deixa de ser soldado pra ser líder enquanto move exércitos de espíritos e assombrações nefandi a seu bel prazer. Espectros e Malditos diversos sentem-se compelidos a negociar posições com mestres desse nível. Assim como conjura o mago pode amaldiçoar e dar lares confortáveis aos espíritos que comanda dentro da psique de suas vítimas. Durante todas as eras histórias existem de magos negros e vizires que oferecem a seus reis enormes exércitos imbatíveis ao mesmo tempo que sugam todo o reino numa existência maldita através das sombras das mentes perturbadas de seus soberanos (como um bom exemplo vide As duas Torres do Sr. Dos Anéis). Conforme profetas antigos oferecem seus poderes em troca de corpos mortais o Profeta atinge o próximo passo e contata as forças superiores com quem pode realizar pactos e negociar sua alma e a de outros em troca de poderes ainda maiores. Muitos desses mortais alcançam respeito mesmo entre a sociedade místika onde podem realizar a difícil comunicação entre os despertos seguidores de um lorde Negro verdadeiro e a própria entidade. Muitas capelas tem como seus principais bispos os raros magos que chegam a essa maestria.

Um a cada mil profetas supera os poderes da Escrita dos Anjos esses raros homens obstinados não se rendem as forças quase ilimitadas que os demônios podem lhe oferecer e começam a acessar o poder das eras. Esses são os sábios conselheiros dos Líderes entre os Nefandi, Dançarinos e Baali. Capazes de penetrar na alma das eras eles tem a sua disposição mais que qualquer poder a sabedoria. Um magi que chega nesse ponto é simplesmente forte demais mesmo para um iniciado. A quantidade de Linhas limitadas vivas e mortas que eles são capazes de vislumbrar e manipular torna-os tão versáteis quanto a própria mágika verdadeira. Se é que eles já não há alcançaram através dos poderes infernais e esferas Quipphoticas a sua disposição.

Apenas um profeta alcançou os poderes limitados acima do Chamado das eras, e esse também é o único capaz de manipular a Mente Sombria sem ser desperto. O nome desse magus se perdeu nas Areias do tempo como forma do mesmo se proteger de qualquer outro mago que quisesse  roubar-lhe o conhecimento. As lendas que correm pela própria Mente é que esse Mago sofre de Problemas e ascendeu para dentro da Rede sendo o corpo físico que alimenta com sua alma todas as comunicações dos Nefandi. Se os relatos forem verdadeiros destruí-lo poderia significar a perda de grande parte dos espíritos escritos dentro da rede.

Dentro das sociedades místikas quase todos os magos limitados dos Nefandi são, em algum ponto, profetas Negros. Apesar da maioria controlar poderes de diversas outras Linhas limitadas o cargo que eles assumem dentro da hierarquia do abismo é definida diretamente pela sua maestria com essa árdua arte. Muitos desses magos formam religiões e seita pessoais para receber poder dos lordes negros que contatam e muitos tradicionalistas já confundiram usuários da Escrita dos Anjos com nefandi reais conforme eles levavam sua série de seguidores a cometer atos hediondos em nome de seus deuses negros.  Um mago desse porte é um problema mesmo para magi que, sendo vítimas de uma maldição, podem contar com um destino duro a menos que saibam como se defender da Grande Mente.

Sistema: Como é explicada na matéria sobre magos limitados para comprar cada rotina é necessário gastar as esferas envolvidas+3 para comprar o nível inicial da mágika limitada.  Sendo os níveis seguintes adquiridos ao custo normal para conhecimentos. Um mago deve comprar as rotinas em ordem como apresentada no tópico (caminho para o Limbo) e só consegue o direito a linha seguinte após adquirir pelo menos 5 pontos na anterior a dificuldade é a mesma que um mago utilizando a rotina e elas são coincidentes caso estejam em território decaído.  Para quem não usa esta regra considere cada rotina um nível de poder numa linha místika comum e use a tabela correspondente. A dificuldade para cada nível é nível +4 como taumaturgia e o jogador utiliza força de vontade para os teste. Lembrando que um humano normal só pode alcançar até o 5 nível na linha para os que usarem regras de taumaturgia normal.

local original: Page of Mirrors
nome original: A Mente Sombria
autor(es): Kaworu Naguisa
tradutor(es):

 Navegação Rápida