Casa Flambeau


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Nomes: Casa Ignis, Magos das Chamas, Apromorians, Nukes (jocoso)

Se as tradições tivessem um arsenal nuclear, ele seria a Casa Fambleau. Nascidos nas chamas medievais das cruzadas, os ignis retem a paixão pela guerra até os dias de hoje. Os magos das chamas modernos curvam-se com dificuldade a ameaça apresentada pelo paradoxo praticando uma mágika mais súbita que a de seus predecessores, porém continuam a ameaçar a tecnocracia com vis (forças) e Matéria assim como com táticas insuperáveis de ataque. Enviados a áreas problemáticas por estrategistas Tytalus ou juízes Quaesitors, magos flambeau formam a tropa de ataque da Ordem, e sua fina linha de defesa.

O próprio Flambeau era uma figura misteriosa em sua pequena e brilhante existência (760?-843). Ele provavelmente pertencia a nobreza cristã na península ibérica. Junto com seu mentor (que Flambeau nunca nomeou, uma omissão bizarra e inexplicável) , Flambeau declarou guerra contra magos mouros. Quando seu mentor e sua família foram mortos pelos mouros Flambeau tornou sua magia incandecente contra outros feiticeiros, ela massacrou cerca de 50 outros magos antes que a maga Trianoma convencesse ele a se juntar a Ordem de Hermes. Ele formou sua própria Casa, dedicada ao estudo do fogo e destruição, recrutando muitos aprendizes antes que se incendiasse num acidente.

Originalmente, Magos Flambeau se dividiam em dois tipos: Os voláteis e os Vingativos. Essa divisão originou-se com os dois primeiros aprendizes do fundador, Lucinda e Apromor. Após o século XVII, Voláteis Magos "lucindos" que ignoravam o paradoxo tendiam a explodir a si mesmos (e seu aliados) em pequenos pedaços. Atualmente, os mais cautelosos magos "Apromorianos", que praticam táticas e intrigas para vingança, dominam a Casa Flambeau.

Filosofia: Flambeau preserva uma das menos tributárias correntes de pensamento hermético, O Zoroastrismo Persa. (no mundo adormecido, essa filosofia sobreviveu entre os Parsees do Norte da Índia, porém os Flambeaus aderiram a outro , ocidentalisado, conjunto de idéias, e a influencia Parsee dentro da casa é quase nula.) Dentro do definido pensamento dualista do Zoroastrismo, forças do bem (Luz/fogo/inspiração) batalham constantemente contra o mal (Escuridão/Frio/razão). Os Flambeaus freqüentemente adotam como sua Palavra o nome de um deus Persa que contenha os objetivos escolhidos pelo mago: Ahuramasda, o Lorde da Sabedoria; O Amesha Spentas , ou os Sagrados Imortais; ou Atar, Gênio do Fogo. Como praxe o mago aspira encarnar o Deus escolhido dentro de si. Essa união com a divindade representa a Ascensão Flambeau.

Estilo: Magos Flambeau subordinam espíritos elementais e as chamas de Ignis (O termo usado pela casa para se referir a ars essentiae, ou forças). Em seus Santuários, eles realizam cerim6onias elaboradas de Aprisionamento, prendendo elementais a cetros e colares com grandes heliotropos pendurados. Em campo eles libertam estas forças com certa preocupação em faze-los parecer coincidentes. Tubulações de Gás explodindo, microondas em mal funcionamento e caminhões carregados de dinamite coincidentemente passando pelo local- Os melhores magos Flambeaus superam rapidamente essas estratégias básicas. Utilizando-se de objetos próximo- Aquecedores de Água ou mesmo aerossóis- essas tropas de shock tem se tornado incendiários desvairados. Bem viajados, membros da Casa Flambeaus pegam elementos de diversos estilos mágikos. Quanto mais exótico melhor. Um mago Flambeau canadense acabou sendo perturbado por um duende , um imp de vapor. Para se livrar dele, ele passou tinta vermelha nos lóbulos de suas orelhas e realizou uma dança do fogo Punjabi. Ele teve que aplicar compressas nas suas queimaduras por semanas após o feito mas se livrou do duende.

Objetivos: O objetivo dos Flambeau ajudaria a Ordem como um todo. Eles querem se vingar da Tecnocracia, e eles querem isso agora! Durante a chamada era da razão, a mudança instilada pela tecnocracia atingiu a Casa Flambeau mais forte do que às outras casas. Flambeau, cujo estilo mágiko sempre se utilizou de demonstrações pirotécnicas vulgares, e cuja personalidade não admitia derrotas com facilidade , literalmente explodiu em chamas. Em 1585, magos Flambeaus da Capela de Vapeur se lançaram contra as paredes do constructo de Mitternacht, se incinerando enquanto um óleo mágiko era lançado de suas plataformas e se apegava as suas peles. Aldeões pensaram que os magos em chamas eram na verdade demônios brilhando com uma luz mórbida, e naquela noite caçaram o resto dos magos que restaram no santuário. Os poucos Flambeaus que sobreviveram juraram vingança a todos os magos da Ordem da Razão.Atualmente, a casa requer que todos os iniciados façam um juramento de dar total asistência nhá guerra da ascensão . A maioria adoraria poder destruir o paradigma atual e voltar a utilizar bolas de fogo; como todos sabem, eles não tem sido bem sucedido . O que pode ser nossa sorte.

Organização: A casa Flambeau abriga muitos dos mais competitivos magos da Ordem, Talvez superados apenas pela casa Tytalus. Para avançar dentro das seis maiores cabalas, os iniciados da Casa tem que se apoiar em desafios e certames freqüentes e um Chauvinista "clube dos garotos." Magas tem que batalhar muito para quebrar o teto de vidro que retém sua evolução - Mestre Ananiya Divraniya, tomou a liderança da casa. Ela arrebanha os outros cinco lideres, cada qual representante de uma cabala, e seus companheiros primis de outras casas através da força de sua personalidade, raciocíneo e poder destrutivo. A maioria dos Concilors, lideres das cabalas mais importantes entre os Flambeau, não ganham poder devido as suas habilidades mas sim devido a manipulações políticas e explosões. As estratégias pouco elaboradas ds flambeaus fazem com que seja fáceis de manipular. A maioria dos Aprimorianos tendem a seguir um código de "faça ou morra" sendo controlados por membros mais maquiavélicos como armas . Daí vem o apelido, Tactical Nukes. Ásperos e agressivos pelos padrões herméticos, muitos Flambeaus seguem o exemplo de seu fundador.Normalmente se encontrando em reinos do horizonte onde podem incendiar casas e explodir árvores conforme a vontade vem.

Iniciação: A casa flambeau recebe cerca de um terço de todos os aprendizes da ordem., principalmente devido ao fato da casa perder muitos deles a velocidadealarmante. Bombeiros, especialistas em demolições , soldados e físicos compões a maioria dos candidatos a uma vaga. No teste de iniciação (que é sempre individual) , o aprendiz precisa subverter ou demolir uma operação tecnocrata menor. O Sucesso é medido menos em aniquilação do que em coragem, criatividade e discrição. Uma vez iniciado, magos das chamas tendem a ter uma breve, porém espetacular, carreira.

local original: Tradition Book Order of Hermes
nome original: desconhecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es): Kaworu Naguisa

 Navegação Rápida