HISTÓRICO 


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Remanescente de uma época de glória, este Ofício sobreviveu à ganância pelo poder de seus antigos lideres e aliados, que quase a dizimou, e esta é a sua historia. 

Tudo começou por volta do século XI com Alice Tremere, uma das poucas descendentes mortais do poderoso Magus Tremere, líder e fundador da Casa Tremere, que seguiu o caminho da magia. Desde do começo de seus estudos na magia, ela se fascinou pelas Artes ligadas com a Esfera Tempo e depois de anos de estudo ela decidiu compartilhar seu conhecimento com aqueles dispostos a aprender, e por isso ela montou uma capela no norte da Escócia, para fazer o que ela queria. 

Alice nunca foi a favor dos meios da Casa Tremere para atingir os seus objetivos, como espionagem e trapaças, ela era a favor da idéia que todas as Casas Herméticas deviam deixar as suas rivalidades de lado e se unir em uma só ordem para que pudessem prosperar e assim ajudar a Humanidade, e por isso ela defendia as leis do Código Hermético, pois ele era o único modo para o sucesso da Ordem de Hermes como um todo. 

Na verdade ela estava na Casa Tremere, mais em consideração ao Magus Tremere, seu tataravô, que a lealdade a Casa em si. Por isso ela não se metia com os assuntos "políticos" da Casa, preferindo ficar em sua Capela desenvolvendo a sua Arte junto de seus quatro discípulos e auxiliados por alguns acólitos. 

No entanto nesta mesma época a Casa Tremere estava sofrendo uma série de mudanças drásticas, que iria altera-la para sempre, na qual a principal era que o Magus Tremere e 7 dos seus seguidores mais fiéis, através de um Ritual macabro abraçaram totalmente o vampirismo como meio de sobreviverem ao provável fim da Era Mítica e conseqüentemente o fim da mágica como eles conheciam, como também a conquista da imortalidade, mas durante o processo eles perderam totalmente a sua mágica mortal. 

Contudo apesar disto tudo Tremere e seus seguidores conseguiram através do sangue vampírico criarem uma versão menos poderosa, mas eficiente de seus antigos poderes mágicos, chamada de Taumaturgia, e com este trunfo nas mãos eles decidiram alastrar a maldição vampírica por toda a Casa Tremere e com o tempo até toda Ordem de Hermes. 

Cerca de aproximadamente um século depois, praticamente toda Casa Tremere havia se tornado vampiros, com exceção de uma Capela, a Capela de Alice Tremere no norte da Escócia, na qual a mesma foi considerada como um empecilho a ascensão da casa como um todo, por isso o Conselho dos Sete decidiu que Alice e seus seguidores iriam ser recrutados por bem ou por mal e a encarregada desta missão seria Merlinda, por causa que a capela da Alice estava na região da sua comarca. Merlinda aceitou sua missão e imediatamente após isto ela foi fazer uma "visita" a Alice, na qual ela tinha uma surpresa para ela. 

Alice nem suspeitava de nada e continuava com seus estudos em sua capela, quando numa noite Merlinda chegou para uma visita informal e seguindo a etiqueta da Ordem de Hermes, Alice a convidou para passar a noite em sua capela e jantar com os seus habitantes, Merlinda aceitou para não revelar suspeitas. 

Durante o jantar, Merlinda entrou em uma discussão com Alice sobre a lealdade dela em relação a Casa Tremere e se ela e seus seguidores fariam tudo pelo bem da Casa. Alice afirmou suas convicções em relação à política da Casa e sua posição com a Ordem de Hermes.

Com a afirmação de Alice, Merlinda teve que resolver este problema pela força, na qual de repente a capela foi invadida por um grupo de criaturas grotescas sob o comando de Merlinda, que rapidamente acabou com os acólitos de Alice, foi então que ela viu a verdadeira a natureza de Merlinda, sua natureza vampírica. 

De imediato começou uma breve, mas violenta batalha entre Alice e seus discípulos e Merlinda e seus monstros, na qual mesmos com as suas mágicas Alice estava em desvantagem numérica em relação a Merlinda, tanto que dois dos seus pupilos logo caíram pelas garras e presas dos lacaios de Merlinda, então vendo que provavelmente perderia para ela, Alice conjurou uma poderosa mágica de fuga, na qual a transportaria e seus discípulos para longe daquele local, no entanto Merlinda usando seus poderes, interferiu na mágica de Alice que sofreu uma violenta reação da Punição (como era chamado na época o Paradoxo) que destorceu o efeito da mesma gerando conseqüências totalmente imprevisíveis e na qual fez e seus discípulos desapareceram numa violenta "explosão". 

Merlinda achou que Alice e seus seguidores tinham morrido pelas forças da Punição, e vendo a sua missão concluída ela relatou ao Conselho dos Sete, na qual considerou este caso encerrado. Mas eles estavam errados, pois Alice e seus discípulos não morreram, mas o efeito da sua fuga mágica foi completamente alterado e em vez de manda-los para longe daquele local, eles ficaram presos em um Reino do Paradoxo aonde o tempo e espaço não fazia sentido, na qual eles ficaram lá durante vários décadas, sem que eles sentissem o tempo passar, e quando eles saíram de lá já se havia passado mais de 500 anos, onde eles retornaram em meados do século XVIII em sua capela, que estava em ruínas nesta época. 

Alice e seus seguidores, quase não sobreviveram a este efeito, na qual deixaram muitas seqüelas, que levariam muito tempo para desaparecerem, por isso eles gastaram muito tempo para se recuperarem. Só depois de alguns meses de repouso foi que Alice pediu que seus discípulos descobrissem o que havia ocorrido em suas ausências, foi então que eles souberam, depois de muitos meses, o que aconteceu no mundo. Na qual foram: o fim da mágica como eles conheciam, a ascensão do "Clã" Tremere, a Guerra da Ascensão, a queda da Ordem de Hermes, o surgimento da Ordem da Razão e o domínio da razão sobre a magia entre outras coisas. 

Depois de analisar todos os "fatos" recolhidos por seus discípulos, Alice chegou a uma conclusão, foi por causa do Clã Tremere, por sua ganância e impediram a Ordem de Hermes, como um todo de lutar contra Ordem da Razão (a Tecnocracia) e conseqüentemente as chaves da realidade foram roubadas pela mesma, alem disto na tentativa do "Clã Tremere" em proteger a sua "Máscara" eles reforçaram o paradigma da realidade para a ciência e a razão. Por isso o único modo de tentar redimir a traição do "Clã Tremere" em relação à Ordem de Hermes é leva estes traidores a justiça, de um modo simples, aniquilando totalmente o "Clã Tremere". E quando isto for realizado Alice e seus discípulos poderão voltar com honra a Ordem de Hermes. 

Para isso ocorrer Alice decidiu criar uma nova Casa Hermética, que teria o verdadeiro espírito da Ordem de Hermes, a Casa dos Verdadeiros Tremere. Com este objetivo Alice ordenou aos seus discípulos que recrutassem candidatos para sua causa, mas quem em pleno século XVIII teria disposição de praticar a complexa mágica hermética e se interessasse pela luta de Alice, foi então que ela teve a idéia de recrutar adormecidos que foram vitimas ou familiares das vitimas dos Traidores, como também sobreviventes das chacinas feitas por outras facções de massasa, pois estes indivíduos teriam motivos e disposição em se unir aos Verdadeiros Tremere. 

No entanto poucos eram aqueles entre os "candidatos" os escolhidos, pois nem todos tinham aptidão para a mágica, e só após de analisarem muitos os candidatos, vendo os prós e os contras, ele forçavam o Despertar dos mesmos para assim ingressa-los na Casa, mesmo sendo esta atitude um pouco antiética. E durante os anos que se seguiram realmente poucos foram que se uniram aos Verdadeiros Tremere, mas estes se tornaram ótimos magi. 

Com o tempo a Casa descobriu muitos dos segredos da sociedade massasa, sobre as suas várias "casas" (os Clãs) de massasa existentes, algumas de suas leis, as várias seitas e etc.. No entanto eles descobriram uma coisa em comum, que praticamente todos os massasa não confiam ou odeiam os Traidores, e com este trunfo nas mãos a Casa pode descriminar vários boatos e notícias maliciosas, na tentativa de degradar os Traidores, mas infelizmente não se conseguiu o resultado esperado, pois ao que parece o "Clã" era muito unido e as pressões externas não conseguiram afeta-los. 

Foi então que Alice decidiu que o único modo de acabar com os Traidores era de dentro, por isso ela procurou entre os seus magi aqueles que poderiam se passar por vampiros e se infiltrar dentro dos Traidores, sendo assim ótimos espiões e poderia desestabiliza-lo por dentro. 

Então depois de algum tempo foram escolhidos 10 magi que se submeterem a poderosas mágicas chamadas de Máscara Massasa, Retardar o Envelhecimento e Copiando Individuo, então eles capturaram 10 membros menos poderosos dos Traidores, roubaram suas identidades e foram substituídos pelos magi disfarçados deles mesmo, sem que ninguém entre os Traidores suspeitassem. 

Tais fatos ocorreram no começo do século XX, foi então que os Verdadeiros Tremere souberam dos maiores segredos dos Tremere, tais como sobre o funcionamento da arte da Taumaturgia (uma grotesca mágica estática usada pelos Traidores para tentar reproduzir os efeitos da mágica verdadeira), o funcionamento de sua estrutura interna de comando, as várias facções dentro do Clã, como e quem provocou a transformação vampírica dos Traidores e principalmente a quase extinção do grupo de massasa conhecido como Salubri, como a diablerie cometida pelo Magus Tremere em Saulot, fundador deste Clã. Tais informações reforçaram as convicções dos Verdadeiros Tremere em eliminar estes Traidores o mais rápido possível. E na tentativa de atrapalhar os planos dos Traidores eles foram procurar pelo mundo os poucos Salubri existentes, para protege-los ou ajuda-los a sobreviver aos ataques e perseguições dos Traidores, mesmo que indiretamente. 

E assim no decorrer deste século os Verdadeiros Tremere fizeram de tudo, sem chamar a atenção, de desestabilizar os Traidores de dentro, principalmente fazendo as varias sociedades secretas lutarem entre si, mas devido à "união" dos Traidores foram poucos os resultados práticos conquistados. Mesmo assim os Verdadeiros Tremere ainda continuam fazendo suas investidas, lentas e progressivas, pois numericamente os Traidores eram superior aos Verdadeiros Tremere, por isso eles estavam esperando o momento certo para atacar. 

E parece que este momento está próximo, pois nesta ultima década do século XX um dos espiões dos Verdadeiros Tremere foi recolocado para a Capela Central dos Traidores em Viena, lá ele teve a oportunidade de analisar o adormecido Magus Tremere, na qual muitos entre os Verdadeiros Tremere e até mesmo Alice achavam que estava morto, e durante suas analises foi comprovado que o magus esta em um processo de metamorfose intensa e não se sabe as conseqüências desta metamorfose, mas mágicas de previsões indicam que ele se tornara algo diferente e quando este dia chegar provavelmente será o fim dos Traidores.E por este motivo os Verdadeiros Tremere esperam este dia chegar para finalmente levar os Traidores à justiça.

GLOSSÁRIO
Arte: Mágica Dinâmica. 
Casa: nome para uma facção da Ordem de Hermes, e os Verdadeiros Tremere chamam a si mesmo de Casa.
Magus: mago em Latim.
Magi: o plural em Latim para mago.
Massasa: mortos-vivos, também usado para significar vampiros.
Traidores: nome pejorativo para os massasa do Clã Tremere.  Os Verdadeiros Tremere NUNCA vão chamar-los de Tremere.

 

local original: Page of Mirrors
nome original: Os Verdadeiros Tremere
autor(es): Gervásio - Data
tradutor(es):

 Navegação Rápida