Enfemic


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Nos limites da Loucura, surge um novo ofício

 

A loucura é um fator bem conhecido pelos jogadores de Vampiro: a Máscara, e praticamente exclusivo do clã malkaviano, pelo menos até agora...

O livro básico de Mago: A Ascensão deixa bem claro que existem grandes possibilidades de um mago recém desperto sofrer um forte "golpe", afinal, não é fácil entender que o mundo não é como você pensava que era, magos, fantasmas, vampiros, lobisomens, tudo isso se torna real, de repente você se ve diante de uma realidade que não conhecia, isto pode ser mudado, mas depende de você...

Muitos magos conseguem suportar o fardo e manter sua mente sã ( pensam que conseguem pelo menos ), agora, seria a mente humana, poderosa o suficiente para aguentar tantos transtornos sem sofrer algum tipo de reação? Não meu caro, muito pelo contrário...

Como surgiram os Enfêmicos

Os enfêmicos surgiram há cerca de 10 anos, em 1988, nasceu como um grupo teatral, no qual apenas magos loucos encenavam, rejeitados pelas outras tradições por sua loucura, foram obrigados a se juntar para sobreviver, encenavam como era suas vidas, mencionavam tudo o que sabiam sobre a sociedade mágika, porém, sabiam que ninguém acreditaria e encararia aquilo apenas como uma simples peça cômica...

Porém, membros de diversas tradições, como a Ordem de Hermes e principalmente a Tecnocracia ameaçavam a vida dos membros do grupo, fora feito o trato, cada um viajaria para um lugar do planeta, e procuraria pessoas em iguais condições onde todos formariam um grande grupo, forte o suficiente para resistir à qualquer força que quisesse impedí-los, e de fato conseguiram...
10 anos depois, os Enfêmicos ( este era o nome usado pelo gruto teatral ) conseguiram aquilo que queriam, com membros espalhados pelos 4 cantos do mundo, contam hoje com centenas de membros, como requisito básico, a loucura...

Agora no presente, os enfêmicos representam uma preocupação a mais na guerra da ascensão, muitos estranham, pensavam que a loucura os impediria que concretizar tal coisa, porém, os membros surpreenderam a todos, resistindo e aumentando suas forças ao passar dos anos, hoje, a tradição já é conhecida, embora muito mal vista, ela é bem organizada, inclusive em questões do controle da mágika...

Ideologia Enfêmica : Para os enfêmicos, a vida é curta demais para desperdiça-la com "besteiras" como a chamada guerra da ascensão, apesar de serem loucos, às vezes agem com mais cabeça do que muitos magos considerados "sãos", a vida deve ser aproveitada como cada um quiser, você não deve esperar uma chance, e sim partir em busca de seus desejos à medida em que vão aparecendo, por isso, não é raro ver um membro mudando completamente de idéia, não importando a hora e o local, assim que conseguires realizar tudo o que teu corpo, mente e alma desejar, então ascenderás. Porém, desprezam tanto a tecnocracia quanto diversos membros de qualquer uma das tradições, embora não generalizem, gostam de avaliar cada um individualmente, encontrando inclusive diversos magos que poderiam considerar como "aliados", o único requisito para isto, é que o mago concorde, e pregue a tão amada ideologia enfêmica. Os desauridos não são considerados inimigos, eles estão apenas realizando seus desejos, assim como os Nefandi, e não é este o objetivo de toda a vida? Sim! Cada um possui seu modo de viver!! Pouco importa o quão dentro ou fora das leis dos adormecidos isto está, cada um deve ser o que deseja, desde que esteja feliz com isso.

Esfera: Os enfêmicos não possuem uma esfera fixa, consequentemente não ganham o ponto extra a ser gasto em uma esfera específica, a generalização de sua ideologia iria contra seus princípios básicos.

Estilo mágiko: A mágika enfêmica, é individual demais para ser generalizada, embora seja geralmente uma mágika bizarra, representando a loucura dos enfêmicos, o estilo de um membro desta tradição, pode mudar de minuto em minuto, ou pode se manter o mesmo durante anos, se assim for o desejo do mago,não é raro ver um membro se comportando como um verdadeiro xamã hoje, mas ser um verdadeiro alquimista amanhã, mesmo que não conheça nada do assunto, o que pode gerar confusões e situações engraçadas ( Junte H2O com 35% de cloforito de cálcio e...BUM! ), generalizar o estilo mágiko dos enfêmicos, é um verdadeiro crime para eles.

Focos comuns: Todos os que você puder imaginar... mas principalmente aqueles que você NÃO puder imaginar!!

Organização : Os enfêmicos se organizam de forma muito informal, não existe nenhum tipo de conselho, apenas grupos de amigos ou de trabalho, ou talvez pertençam à mesma cabala, existem reuniões anuais, que envolvem todos os enfêmicos que puderem ir, porém, nada é discutido nessas reuniões, há apenas algumas apresentações, alguns magos apresentam seus "novos efeitos", mas na maioria dos casos, tudo é uma festa que pode durar dias...

Estereótipo:

Irmandade de Akasha: Heheh!! Eles não passam de uns carecas que imitam grilo!! Cri! Cri! |haHAhaHAhaHAhaHAhaHA!!!!!! Eles são engraçados!!!

Culto do êxtase: Eu amo esses caras!! São os únicos que entendem como aproveitar a vida!!! São muito parecidos conosco...HAhaHAhaHAhaHAhaHA!!

Coro celestial: Se eu quisesse viver desse jeito eu virava padre...deixe-os cantarolando, quem sabe um dia eles não percebem o quanto a vida é boa e a aproveitam melhor!

Eutanatos: Fica longe desses caras!!Não confie neles!!

Filhos do éter: Caras legais, muito melhores que os babacas da tecnocracia...

Oradores dos sonhos: Hmmm. Bem, cada um faz o que quer né??

Ordem de Hermes: Seu estilo é interessante, mas o modo como o usam é RIDÍCULO!

Verbena: Esses sim sabem o que é a vida, pena que às vezes a desperdiçam fazendo coisas contra sua vontade...

Adeptos da Virtualidade: Pra mim esses caras são espiões da Tecnocracia, tudo não passa de um plano bem bolado, será que só nós vemos isso?? E EU É QUE SOU LOUCO??

Os Vazios: Deixe-os, quem sabe eles ainda não despertam para a verdadeira realidade.

Efeitos Comuns:

Estes são os efeitos produzidos pelos Enfêmicos, são comuns entre eles mas é muito difícil encontrar magos não pertencentes à tradição que consiga decifrar a loucura por trás da mágika enfêmica e realizar o efeito com eficácia.

Causar Demência ( Mente 4, Espírito 5, Primórdio 4) - O mais poderoso efeito dos membros, desenvolvido pela própria equipe de fundadores, este terrível efeito, permite com que sua demência passe a afetar não só a mente como também o avatar da vítima, tornando-a tão louca quanto o membro que a lançou, inclusive, o avatar da vítima também é afetado, e enlouquece da mesma maneira. A duração do efeito depende do número de sucesos, porém, exceto em caso de falha crítica, a loucura, por menor que seja, estara com a vítima para sempre.

  Detectar Demência ( Mente 3 ) - Permite ao membro detectar traços da loucura na mente de cada um, geralmente utilizado durante as reuniões, para verificar se não há "espiões" ( embora não haja nada a espionar em uma convenção enfêmica.)

  Convocação ( Mente 5, Primórdio 3, Correspondência 4) - Este poderosíssimo efeito permite convocar a todos os membros da tradição que residem no país em que o mágiko vive, ou permite também convocar apenas um membro que vive em outro continente ou país, dependendo da distância, geralmente utilizado para fazer reuniões de emergência.

Espíritos do parodoxo

Loucos atraem loucos, os espíritos da loucura e demência são os efeitos de paradoxo mais comuns entre os membros da tradição enfêmica. Os espíritos mais comuns são os seguintes:

Sodom ( Mente )
O pior, segundo os enfêmicos, este terrível espírito leva o mago até um reino do horizonte, onde o mago é privado de fazer tudo o que desejar, enquanto o espírito o enche de vontades, este, segundo os próprios, é o pior castigo para um enfêmico.

Shaw ( Espírito )
Outro temido espírito, este ser cria uma ilusão na mente do mago, na qual ele estaria curado de sua demência, porém, seu avatar não, o conflito entre as duas visões é terrível, e pode levar o mago ao estado do silêncio, e, logo após, o suicídio.

Um exemplo de personagem

Nome: Marcus daCosta
Idade: 65 anos
Natureza: Rebelde
Comportamento: Diretor
Essência: Dinâmica
Tradição: Enfemic
Atributos: Força 2, Destreza 2, Vigor 2, Manipulação 4, Carisma 2, Aparência 2, Inteligência 3, Raciocínio 3, Percepção 4

Antecedentes: Avatar 3, Biblioteca 3, Nodo 2, Arcanun 2, Recursos 2, Aliados 3.
Esferas: Correspondência 4, Mente 5, Espírito 4, Vida 3, Forças 2, Tempo 4
Arete: 6 Quintessência: 12 Paradoxo: 4

Marcus é um velho mago, despertou aos 30 anos, o que abalou tremendamente sua mente, tem a pinta daquele "velho maluca da praça", porém, é muito sábio, embora não consiga achar graça de nada, ele simplesmente não mostra os dentes, sempre com ar de desconfiado, leva tudo à sério, tudo é importante, tudo deve ser levado em conta, nada de risco pode ser feito sem se avaliar as consequências, além de ser totalmente insensível. Trabalha atualmente na biblioteca municipal de Jaraguá do Sul, uma pequena cidade no estado de Santa Catarina, Brasil, fazia parte dos primeiros membros que fundaram a tradição, é visto pelos outros como aquele "velho ranzinza da biblioteca", e simplesmente ODEIA que toquem em seus livros sem autorização, só possui aquele emprego, porque o prefeito da cidade TAMBÉM pertence à tradição, a cidade já foi usada várias vezes como palco de convenções enfêmicas.

Mote: "Ei Largue esse livro moleque!!".

local original: Um dos muitos sites da internet brasileira
nome original: desconhecido
autor(es): Gangster
tradutor(es):

 Navegação Rápida