Paradigma


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Na época em que este livro foi escrito, Mago já estava por aí por quase oito anos. Ele teve três edições e mais de trinta produtos. Vê-se publicações no mundo todo em dúzias de línguas. Apesar de todos esses anos, edições e suplementos, as pessoas ainda têm dificuldade em entender o paradigma. Este conceito possui a honra duvidosa de ser considerado um dos elementos mais abstratos de Mago. Em alguns casos ele possui o estigma infeliz de ser considerado algo que o jogador comum ou "entende" ou "não entende", e aqueles que não o entendem completamente "não deveriam estar jogando este jogo". Até depois de ler este livro, algumas pessoas ainda podem se sentir assim. É uma percepção difícil de ser abalada; paradigmas são bem profundos, portanto, naturalmente, eles podem ser intimidadores.

É uma vergonha que essa percepção exista. Dentro das bases do cenário de Mago, ideais conflitantes e interpretações erradas de personagens criam as histórias. Contudo, um problema de clareza entre os próprios jogadores produz sessões frustrantes. A importância da compreensão, particularmente num jogo que lida com conceitos tão elevados, é obviamente muito grande. Esperamos esclarecer esta confusão para que você possa usar o paradigma sem se perguntar se você é um dos jogadores que está "usando isso direito".

Revisitando Paradigma
Paradigma e Crença
Paradigma e as Tradições
Construindo Paradigma
Alterando o Paradigma
Estilos de Paradigma
Correspondência
Entropia
Espírito
Forças
Matéria
Mente
Primórdio
Tempo
Vida

local original: Guide to the Traditions
nome original: desconhecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es): Dr. Orlando

 Navegação Rápida