Revisitando Paradigma


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


A definição do mundo real de "paradigma" é "um exemplo que serve como um padrão ou um modelo". Na prática, é um ideal que uma pessoa ou um grupo aspira personificar - o método de operação preferencial. Nos últimos anos, muitas companhias adotaram "paradigma" em referência à maneira que seus negócios estão operando atualmente. Para essas organizações, paradigma é visto como uma maneira de atingir objetivos e de manter uma auto-imagem percebida pela companhia: um modo de obter sucesso exemplificando um ideal. Tomado nesse contexto, paradigma é o que alguém considera ser a melhor maneira de se fazer algo.

O sabor sobrenatural de Mago acrescenta um nível de complicação a tudo isso, mas no fundo é idêntico à explicação do mundo real. O único aspecto que muda é o estreitamento de foco na definição. O paradigma de um mago é o que ele considera o melhor caminho para utilizar seus poderes místicos. É o seu caminho para atingir a iluminação ao exemplificar um ideal espiritual. É o seu modelo metafísico de como, por quê, e quando ele usa sua magia.

Quer você chame isso de uma "agenda mística", uma "estrutura metafísica" ou um "arquétipo espiritual", o paradigma de um mago normalmente consiste de algumas chaves fundamentais.

A crença do mago em sua própria magia e no porquê ela funciona.
Os pensamentos do mago sobre como toda realidade se articula
A teoria de como sua magia está apta a interagir com a realidade

É raro encontrar um mago com um paradigma tão definido quanto esse. Mas esses três elementos são primordiais em todo mago. Essas idéias chaves não são sempre óbvias, mas mesmo os magos que não deram formalmente voz a esses pensamentos possuem uma conclusão interna num nível subconsciente.

local original: Guide to the Traditions
nome original: desconhecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es): Dr. Orlando

 Navegação Rápida