Criando Um Fetiche


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Fazer um fetiche não é tanto um ato objetivo de encantamento quanto é um processo de diplomacia. O mago deve de algum modo contatar um espírito apropriado, daí convencer o espírito a ouvir seus pedidos e servi-lo. Os espíritos são normalmente desconfiados em fazer favores para magos, especialmente aqueles à longo prazo como servir de fetiches. Para contrabalançar essa relutância, o mago deve tornar o acordo mais doce para o espírito, oferecendo talvez Sôrvo, realizando trabalhos pesados ou responsabilizando-se por buscas para estimular o interesse do espírito. Muitas vezes, só para estabelecer o contato é necessário que o mago passe por rituais de purificação elaborados antes que o espírito se digne a falar com ele!

Uma vez que o mago contatou o espírito e conseguiu ser escutado - seja com magia de Espírito ou visitando a Umbra - ele precisa aceitar os termos do espírito. É claro, o espírito deve estar favoravelmente disposto com relação ao mago (normalmente exigindo um teste de Carisma ou Manipulação + Cosmologia ou Etiqueta). Uma vez que encontrar um espírito amigável, o Narrador determina o que o espírito quer e como o mago pode fazer o que ele quer. Uma vez que o mago tenha cumprido os desejos do espírito, o espírito entrará no objeto e cumprirá os termos de seu contrato, dando poder ao fetiche.

Um mago também pode usar um nível apropriado de magia de Espírito para aprisionar um espírito num item, mas essa compulsão dura tanto quanto o próprio encantamento. Lançar tal encantamento contribui para criar um espírito hostil e grosseiro, e o item pode ficar cheio de manias ou propenso a mau funcionamento. Pior ainda, o mago pode acabar sendo alvo de atenção dos superiores cósmicos do espírito. Infortúnio sucede ao mago que comanda mais poder do que ele pode controlar!

local original: Mage Storyteller Companion
nome original: desconhecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es): Dr. Orlando

 Navegação Rápida