A Trilha Frágil


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Linha do Tempo para o Conselho dos Nove

1202-1457 – Os Princípios

Destruição da Aliança de Mistridge pelos Artífices – antigos Tecnomantes que na maioria dos relatos uniu a Ordem da Razão (Inverno, 1210).

Convenção da Torre Alva (25 de Março, 1325).

A Guerra da Ascensão começa; no mundo todo, a realidade começa a ficar rígida. Muitos Magi sucumbiram à perseguições, revoltas, assassinatos, pragas e confrontos diretos com a Ordem da Razão (1330-hoje).

Em alguns relatos, os Videntes de Cronos (agora Cultistas do Êxtase) e os Ahl-i-Batin encorajaram as Casas Herméticas a convocarem um Tribunal mundial pelo bem de todos os Magi. A resposta é variada (começo dos anos 20 do séc. XV).

1440 – Tribunal de Mistridge

O Mestre Hermético Baldric inicia uma busca por grandes Magi. Depois de muitas aventuras, encontra Lady Nightshade (fundadora dos Verbena) e Mestre Valorian (fundador do Coro) na virada do ano. Eles conferenciam nas ruínas de Mistridge, e dizem que as fadas os visitaram lá. As razões para essa reunião variam, mas todos os três chegaram a um acordo em fundar uma ordem mágika própria. Eles partem para encontrar Mestres com idéias parecidas. (1439-1440)

1440-1457 – As Buscas

Nightshade segue as Trilhas dos Wyck desde a Bretanha até a América do Norte; ela encontra Estrela-das-Águias, que espalha a notícia entre as tribos indígenas, e Ali-beh-shaar dos Ahl-i-Batin. Mais tarde, ela enfrenta o Inquisidor Geral Britânico Wyndgarde na Irlanda e congela seu exército numa tempestade de neve repentina.

Mestre Balric e Valorian viajam para o Oriente Médio e para a África com Sh’zar, o Vidente (fundador do atual Culto do Êxtase) e Ali-beh-shaar. O último cria conflitos com Valorian ao apresentá-lo para “Espíritos da Luxúria” durante a jornada. Valorian vai para o Oriente; os outros se encontram com a sábia Naioba, das terras oníricas Mo-Mo Keu, e a convence da justiça de sua causa. O místico-da-morte Chalech recebe o grupo em Roma.

Valorian encontra com o mestre alquimista Diplomate Luis, que, em troca, o apresenta para o Irmão Akáshico Wu Jin. Eles ascendem para a lendária Montanha Ki’wee e recebem as bênçãos de seus deuses, depois retornam para Mistridge.

O Segundo Tribunal de Mistridge (1449); Estrela-das-Águias e Naioba, ambos um tanto confusos com a viagem, concordam em dividir a “liderança” Daqueles-Que-Falam-Com-Sonhos. Os Artífices atacam Mistridge novamente, solidificando a resolução dos magos.

Depois da derrota dos Artífices, os Primi – fundadores – do Conselho concordam em construir um grande Reino para se reunirem. Cada um deles retorna para sua terra natal e reúne grande poder para abastecer esse Reino “Horizonte”. Depois de uma série de ajustes e impulsos, os Nodos são conectados e o Reino é formado. Isso demora cinco anos.

Estrela-das-Águias e Naioba casam (1456), a primeira união desse tipo entre as Tradições. Ela lhe concede três filhos.

Magi e custos do mundo todo rumam ao Horizonte. O Conselho começa a crescer.

1457-1466 – A Grande Convocação

Nove anos de debates se seguem. Algumas facções saem ou se declaram “Disparatados”; outras se consolidam sob as Nove Tradições – os Ahl-i-Batin, a Irmandade de Akasha, o Coro Celestial, os Oradores dos Sonhos, os Eutanatos, as Ordens de Hermes, os Videntes de Cronos, os Solificati, e os Verbena. As nove Esferas de mágika são adotadas como universais, e cada Tradição escolhe uma especialidade.

Naioba é assassinada por um Orador dos Sonhos barabbi. (1464). Estrela-de-Águias fica inconsolável. Seu povo se une à ele contra as Tradições Européias quando o Coro tenta converter os africanos “para o bem deles”.

Resoluções e Protocolos aprovados, (Solstício de Verão, 1466). O Conselho depois aponta a Primeira Cabala dentre os melhores magos no Horizonte.

1466-1470 – A Primeira Cabala

Depois de deixar o Horizonte, a Cabala cruza a Europa e o Oriente Médio, amenizando pragas, palestrando para Adormecidos em agonia, e combatendo a Ordem da Razão. Enquanto libertava bruxas suspeitas na cidade francesa de Garoche, a Cabala queima a cidade até virar cinzas. Uma caçada é declarada, e a Cabala percorre as Trilhas dos Wyck até a África central para libertar o povo de Naioba de uma tribo conquistadora. Suas viagens os levam da França para o Tibet, para Dis perdidos no coração da África e para os desertos gelados da Groenlândia. Contudo, eles nunca chegaram até as Américas.

Gêmeos nascem de Eloine e Heylel (1469). Seus nomes ficaram perdidos na história.

A Grande Traição; na província de Narbonne, um exército de Inquisidores, liderados por Heylel e doze Templários da Cabala do Pensamento Puro. Quatro da Cabala são mortos; os outros são aprisionados até que Akrites lidera uma missão secreta para libertá-los (verão 1470).

O julgamento e a destruição de Heylel Thoabath e a dispersão definitiva dos Nove (Novembro 1470).

local original: The Fragile Path - Testments from the first Cabal
nome original: desconhecido
autor(es): desconhecido
tradutor(es): Dr. Orlando

 Navegação Rápida