Seventh District


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Mais uma vez ela estava recoberta de sangue. Seu corpo doía e seus olhos se encharcavam de lágrimas secas. A boca de lucy também estava tomada pela sede conforme já se passavam quase Dois dias de seu cativeiro dentro daquele porão empoeirado. A única coisa que vira no meio da penumbra era os movimentos de Elissa que, sem a menor menção de compaixão havia trançado-lhe uma enorme tatuagem feita com seda. Suas costas estavam completamente recobertas pelo intrincado bordado. De muitas formas ela conseguia sentir que as artes empregadas pela garota estavam, tomando características mais do que conhecidas para a vazia.

Ela se lembrava de sua irmã e de como ela havia sido presa e domesticada através das artes do vortex. E das próprias lições que Tell lhe dera sobre a dor. Talvez não fosse esse o objetivo de sua cárcere mas se ela não tomasse cuidado acabaria caindo nas garras do rito da dor. Sob as paredes daquele local ela conseguia ouvir a tempestade clamar por sua alma, assim como seu vazio interior gostaria de se reunir a voz de agnessa que gritava ao fundo. Mas ela nunca fora capaz de andar através das rachaduras do mundo. Trish já tentara lhe ensinar mas ela nunca se esforçou para realmente aprender. Seu mundo era o aqui e agora....o hoje.....

E tudo que havia aqui e agora era os passos da boneca-gente que andava se aproximando com o carretel de linha e sua agulha negra. Lucy sentia o gosto seco de sangue em sua garganta e, conforme Elissa andava sem dar uma palavra procurando pelo ponto onde tinha parado a sua costura, lucy chorava de dor. As artes negras eram parte de sua alma e a dor que ela sentia vinha das esperanças cortadas e dos sonhos desmanchados. Ela morreria ali e não veria Melissa. Ela morreria naquele porão sujo e seria aprisionada nos olhos vítreos das bonecas. Lucy estava em pesar....estava de luto pela morte de seu futuro, e estava sendo engolfada pelas garras do desespero conforme, aos poucos, o símbolo da sua decadência era traçado nos suas costas nuas.

Conhecido bairro que, após anos na obscuridade, volta a seu resplendor original, o Seventh District é uma esperança no novo projeto de renovação Urbana da prefeitura. Prova que uma boa administração é capaz de transformar qualquer gueto em um lugar mais aprazível e seguro, esse centro cultural vem, conforme mais e mais revistas se interessam por sua história,tomando a liderança na campanha para a reeleição do prefeito.
Desde que foi adotado como point da moda pela rica empresária do mundo da Moda Milena Hart, o antigo distrito comercial vem sendo mais do que nunca cobiçado por empresários de diversos ramos. As tentativas de construção de um novo Shopping center no local projetam um crescimento que, para muitos críticos, pode ser a morte do encanto lançado no grupo de lojas.

Ponto de destaque dentro do cenário da cidade, talvez o seventh district possa ser considerado uma área esperançosa, mas como toda luz projeta sombras a área não poderia de deixar de abrigar intrigas que passam muito além das simples lojas e tramites empresariais. Um lugar simples para sua crônica, mas um exemplo de como as coisas podem vir a se complicar por baixo dos panos, o distrito é parte de um cenário projetado para, além de exemplificar como aplicar o WoD de forma pessoal, ser encaixado em qualquer campanha já existente.
Leia pense e aja. Aproveite o que quiser, jogue fora o que não gostar, torça, corte, mutile e corrompa. O jogo é seu a mágika é sua.

O Sétimo distrito (antes do por do sol)

Lia sempre teve uma vida bastante conturbada. Sem memória alguma antes de seus nove anos, havia sido abrigada por Wesley e pelo arcanum que se intrigava por seu estado. A garota era perfeitamente normal para qualquer um que não a examinasse profundamente. Uma menina baixa de cabelos ruivos e olhar inocente. Mas ela estava longe de ter qualquer traço humano por trás daquela máscara superficial. Sua condição era um mistério para os pesquisadores. Ela era um golem feito apartir de um poderoso sortilégio.Vida verdadeira desenvolvida por artes místikas. Um predador perfeito que retirava sustento do sangue de quem se aproximasse, ela simplesmente tinha todos os instintos básicos de um assassino e habilidades que passavam em muito o poder de alguns dos pesquisadores mais místikos da biblioteca. Lia tinha um propósito, mas nunca soube qual era.

Um dos marcos de sua condição era a habilidade de sentir eventos importantes se aproximando. Quando completou quinze anos fugiu por metade do país simplesmente para poder salvar do cativeiro uma garota que atormentava suas noites de sono. Foi assim que ela contatou Melissa pela primeira vez. E desde o dia que resolveram morar juntas ela nunca havia deixado-a. Até essa semana.

Havia exatos sete dias desde que teve a visão de uma outra garota presa e torturada. Ela sentiu que se não interviesse ela morreria e quando contou pra Melissa todo o problema começou. A garota não era alguém que simplesmente necessitava de sua ajuda. Era uma antiga namorada, uma pessoa pela qual Mel ainda sentia atração e não conseguiria viver pensando que poderia te-la salvo mas não o fez. Lia sabia que seria arriscado e resolveu tomar o problema em suas próprias mãos, já havia feito uma vez e conseguiria fazer denovo.

Apesar do som da música ambiente e das risadas das crianças a sua volta ela não encontrava motivos para sorrir. Estava indo atrás do que causaria a sua separação. Em algum lugar no meio desse bairro estaria presa Lucy. Era estranho, por baixo daquela rua de ladrilho e da máscara de paz e tranqüilidade do local uma estranha e mórbida presença se escondia. Algo parecia querer retirar aquelas ruas do resto da cidade e guardar em uma redoma de vidro. Todos estavam alegres mas Lia sabia que era uma estranha. Sentia-se vigiada e, quão logo achasse o cativeiro mais rápido iria embora daquele lugar...

Histórico

A história do distrito, como vem sendo divulgada desde que os jornais não começaram a falar de outra coisa, é como o de muitas outras áreas da cidade que, com a virada das décadas, foi se perdendo e meio a mudança de suas vizinhanças. A cidade é algo vivo e, conforme envelhece acaba aleijando o que é velho em favor de novidades. As áreas importantes do passado passam para a história e tornam-se sombras das mais novas e mais modernas zonas econômicas. Lojas antigas se desatualizam e fecham para que novos negócios nascem em seu lugar e a maioria das casas antigas dão lugar a novos prédios e conjuntos habitacionais. Os velhos morrem e seus filhos crescem, e nesse ciclo tudo muda de face. Como na própria vida.

O seventh district é parte desse ciclo, e por duas vezes viu sua área morrer e renascer. Ao contrário da onda de desespero e pessimismo, ele tenta correr contra o tempo e, ressurgindo com força total pode estar liderando uma nova fase de esplendor para a cidade que, apesar de importante, sofre com dores internas.

Tudo começou para esse bairro com a abertura de uma única loja. Na época era apenas um lugar pouco valorizado com algumas residências que, depois da construção da “House Of Dolls” ganhou um ponto de referência. Como pode ser visto ainda hoje na loja, que apesar do incêndio mantém sua decoração próxima da original, era um estabelecimento simples. Como as lojas da época ela parecia mais uma residência do que centro comercial e, seu tratamento personalizado diminuía em muito a margem de Lucro. Um fato engraçado em toda a história é que a casa parece estimular um fascínio sobre as pessoas que a visitam. As bonecfas de porcelana e papel marche que são vendidas lá parecem atrair e convidar os compradores a voltarem.

Em menos de um ano após sua instalação a loja já possuía muitos clientes e, tirando o bairro de seu estado desértico criava alguma vida no lugar.

Como era comum naquela época, e ainda hoje em certos lugares, uma coisa puxa a outra. Lojas começaram a aparecer assim que o movimento do lugar aumentava e, conforme o movimento continuava a aumentava o comércio crescia. Anos após ano as coisas começaram a andar e, passados dez anos o Seventh District era um marco importante na cidade.

O diferencial desse bairro para todos os outros era a forma exótica com que ele cresceu. Mesmo não sendo comum na época, a liga de comerciantes e a casa comunal do lugar contrataram muitos dos artistas que passavam pelo distrito e, com fundos próprios, mudaram a cara do lugar. Construções e parques foram feitos valorizando toda a passagem como ponto turístico mais que zona comercial propriamente dita.

Artistas, exposições e apresentações chamavam público e, mesmo diminuindo o lucro, ajudavam a trazer dinheiro certo aos bolsos dos donos das lojas. O único problema do Seventh district era a distancia, estando longe dos maiores centro residenciais começou a entrar em franca decadência conforme cinemas e teatros ganharam espaço mesmo em áreas fora do centro. O movimento caiu e o processo todo desandou.

Os que estudam a história da cidade apontam uma competição entre o distrito e donos e loja que, após competição interna por clientela resolveram se mudar. Procurando acabar com a reputação do Seventh district esses comerciantes imitaram , em menor escala, a formula do Pão e circo. Em pouco tempo o lugar estava abandonado.

Nessa época uma morte simbólica marcou um longo inverno para o centro comercial. O fechamento do Britain tea, o primeiro bar a abrir após a instalação da House of Dolls . Declarou para todos que a era de ouro do bairro estava encerrada e que só haveria dura competição pelas pessoas que ainda se interessavam pelo lugar.

A situação só voltou a melhorar com um projeto que, décadas depois ajudou o bairro a se reconstruir. Durante uma grave recessão a cidade se viu obrigada a construir moradias acessíveis as pessoas que ganhavam baixos salários. E quando o Liberty Park, um dos maiores conjuntos habitacionais da cidade, foi construído perto do bairro o comércio se reavivou. Sem o mesmo prestigio anterior o Seventh district sofria sua era de prata. Vendendo itens mais baratos e sem recursos para promover grandes eventos como antes ele agora promovia apenas shows da comunidade para a comunidade. E essa vida continuou até o incêndio que, iniciado na House of Dolls simplesmente consumiu quase todas as lojas.

O tempo passava e o Liberty Park foi abandonado pelo projeto das casas comunitárias, tudo desandou em um prédio alugado infestado pelo tráfico. Ações policiais nunca visaram o Liberty Park. E a população vivia sua vida com medo do amanhã. Os jornais todos apontam para os defeitos do programa de revitalização da última prefeitura apontando como o lugar havia sido abandonado, e a forma com que, em dois anos tudo foi salvo por iniciativas tanto particulares como públicas.

A bem feitora e fada madrinha de todo o lugar tem nome certo: Milena Herthy. Envolvida com sua grande companhia de Modelos, Milena sempre foi uma colecionadora de Bonecas e, procurando achar o local onde as mais lindas peças de sua coleção fora criada ela achou a Destroçada e agora mal empregada House of Dolls. O lugar era um antro do crime e, numa das raríssimas ações policiais da nova prefeitura, foi descoberta como jazigo de diversos cadáveres. Como num conto de fadas tudo isso foi mudado e antes que o mandato acabasse a prefeitura, guiada pelo marido de Milena e secretário de urbanização e cultura restauraram o lugar como mais novo point da Moda e cultura da cidade.

O projeto Seventh District limpou a área do tráfico e, reabrindo e modernizando as lojas, conseguiu reestruturar todo o trabalho de incentivo a cultura que a antiga liga de comercio incentivava. Com galerias e um própria casa de festas e passarela oficial da Ônix o lugar tornou-se novamente freqüentado pelas pessoa da cidade. O carisma das ruas ladrilhadas foi mantido e uma equipe de restauração luta para evitar a modernização das fachadas. Mesmo com a ameaça de construção de um grande shopping center nas imediações do bairro.

Imagem

Formado por um conjunto de cinco ou seis ruas o distrito é, na sua maior parte , uma reconstrução de época no estilo vitoriano. Árvores nas ruas onde não passam carros, o local tem um ar romântico e fresco que, mesmo nos atuais tempos de poluição e efeito estufa parece refletir um mundo mais bonito. Postes e iluminação moderna dividem lugar com antigas lamparinas a gás e uma torre do relógio que, coroando um quarteirão verde no centro do distrito anuncia os horários das atividades. O relógio é iluminado e fica no centro de um lago artificial que, cuidado pela prefeitura pode ser considerado um dos parques mais seguros da cidade. No distrito não é preciso andar muito para encontrar atividades culturais, não com suas cinco galerias e teatros a céu aberto. Como um grande parque temático é possível encontrar quase de tudo em suas ruas. De barbearias até botiques o grande centro comercial quarda muitas lojas. Mas como em todo lugar existem as estrelas que chamam atenção do público. Entre estas estrelas estão a Casa de Bonecas e o Salão de apresentações Ônix.

A primeira sendo uma loja de época que, mesmo depois do incêndio foi totalmente recuperada é, sem sombra de dúvidas, o coração do bairro. Composta de um estande especializado na encomenda e restauração de bonecas antigas e de alta costura a loja é visita obrigatória para a maioria dos que passam pelo distrito.

Já o Salão é um grande galpão que, após ter sido reformado das mãos da máfia, ainda possui seus bares ilegais. Mantido também num estilo de época, abriga alguns dos eventos mais disputados da alta sociedade. Sendo intercalado entre festas para jovens e raves e eventos importantes o salão é , assim como a casa de bonecas, dirigido pela junta comercial da Ônix que, mesmo não lidando com eventos fora do âmbito da moda parece se render aos encantos do bairro.

O policiamento do local é forte e assaltos são inexistentes. Apesar da maioria das pessoas não ver a equipe de segurança, ela quase sempre está presente na forma de agentes a paisana que, ou sendo parte da polícia, ou contratados pelo comércio, vigiam dia e noite as ruas.

Quase sempre é possível ouvir som de guitarras e baterias no distrito. As lojas de música a cada dia crescem em meio as tradicionais vendas de roupa e porcelana. Conforme jovens procuram chegar ao estrelato o distrito fica cheio de bandas que procurando chamar a atenção de empresários tocam nos shows ao público. A cada esquina é visível uma aglomeração de pessoas sentadas nas sempre limpas calçadas ouvindo o som de alguma banda em apresentação. Os sonhos desses jovens tem fundamento. Quase encontraram seus empresários enquanto se apresentavam nas ruas. Por um preço módico qualquer loja empresta seus instrumentos e amplificadores que, de ótima qualidade estariam fora do alcance dos músicos e, cruzando a esquina é possível encontrar um bar ou restaurante oferecendo vagas para shows ao vivo.

Exposições também não são incomuns, a maioria das pessoas tem que desviar dos quadros que ficam a venda nas ruas. Quase nenhum muro ou loja abandonada não está com grafites artísticos. Atualmente alguns dos seguranças ficam intrigados como os telhados e vitrines de alguns dos estabelecimentos amanhecem cheios de marcas de spray. Um hotel se encontra em meio as ruas, Faerum. Especializado em clientes de alta classe o hotel é quase sempre alugado pela Ônix para suas modelos e convidados e é considerado um dos mais caros e modernos hotéis da cidade.

Ao lado do Distrito existe uma área com quase dois quarteirões no que parece ser uma eterna construção. É esse o local do shopping que está sendo planejado para “dar mais vida ao antigo centro cultural”. Todos os críticos e os membros da associação de comércio tentam impedir que o shopping seja construído, mas a empresa parece estar motivada a estabelecer-se na área, o que pode significar uma nova morte para o bairro que, após anos na miséria se reerqueu novamente.

Eventos principais

Desde sua fundação o distrito chama a atenção pelo tratamento dado aos visitantes. Sendo um espécie de feira cultural permanente, todo o bairro vive em eterna celebração. Sendo até um dos principais pontos da campanha de reeleição do atual prefeito. A cidade já ganhou vários prêmios congratulando os esforços feitos na tentativa de manter esse espírito vivo e, vez por outra surgem verbas para novos eventos tomarem lugar no Distrito. Entre estes alguns vem se tornando uma espécie de tradição.

Conbook- Convenção de artes literárias e incentivo a leitura. Passada dentro do Ônix Hall a feira serve como atividade para novos autores venderem seus livros e pessoas comprarem bestsellers e livros novos por metade do preço. Quase todas as livrarias do Seventh district abrem promoções para essa feira e vários exemplares são vendidos por preços mínimos. Pessoas se reúnem nos cafés a céu aberto e ouvem palestras sobre a importância da leitura e das artes humanas.

Workshops- três vezes por ano é aberto espaço para empresas lançarem workshops dentro de um estruturado modelo dentro do bairro. Atividades culturais dão lugar a cursos intensivos treinamento empresarial. Como fonte extra de lucro assim que os expedientes acabam grandes festas são preparadas ganhando com a Happy hour dos executivos em viagem. Os maiores Workshops ocorrem junto com feiras de informática e telecomunicações, mas as últimas são eventos muito raros.

Animemotion- convenção de cartoons e desenhos animados, trazem filmes e salas a céu aberto para as ruas. Muitas vezes é montão um grande parque dentro do park central e grupos de excursões são feitas para parques temáticos próximos a cidade. As lojas oferecem pagamentos parcelados para estas excursões assim como convênios para escolas.

Music Halls- eventos permanentes de música e shows performáticos ocorrem todas as semanas dentro das lojas. Organizados para acabarem em horários compatíveis lotam as lojas de cds e os estandes de professores de música. Os music Halls estão de longe se sobressaindo como os mais movimentados eventos do District.

Campeonatos de Xadrez- sede para várias etapas dos campeonatos regionais de xadrez, o seventh district torna-se um berço para artes clássicas e pinturas tradicionais. Todas as galerias lotam nesses dias procurando agendar exposições de grandes pintores para a semana dos campeonatos. As finais do campeonato estadual ficaram famosas por se basearem no district.

Feira mundial da Renascença – Um dos eventos menos populares mas ainda sim lucrativos a feira da renascença atrai medievalistas de todo o estado que se hospedam no hotel que, devido ao público alvo organiza pacotes mais baratos. A última feira da renascensa também guardou lugar para um incêndio acidental e eventos que incluíram uma maquete de quimera medieval com a qual os participantes podiam lutar. Essas feiras são sempre conturbadas mas aos poucos voltam a ganhar mais e mais participantes.

Convenção intergalática de startrek- como o nome sugere, é um dia reservado a fãs de startrekk e eventos relacionados a efeitos especiais, cinema e princiapalmente tecnologias. Nesse dia é realizado a “feira de ciência” um campeonato para as invenções mais inusitadas que, após um ano tornan-se artigo a venda. Muitos produtos como um protótipo de controle remoto universal e máquina de virar panquecas acionada pela voz foram sucesso de vendas entre as lojas de lembranças. Lojas e livrarias abrem oportunidade para convenções de anime e revistas em quadrinhos. No centro do park ocorre uma convenção muito especial onde são vendidas réplicas de carros de filmes famosos como o batmovel ou a BmW do James bond para o público. Muitas pessoas quardam dinheiro para poder instalar réplicas dos engenhosos aparatos em seu carro.

O baile das sombras – Mais famosos evento do distrito o baile da sombras ocorre duas vezes por ano, uma vez em Beltane e outra no halloween e junta multidões de pessoas fantasiadas. Nesse dia a bebida é livre e todas as lojas se juntam para promover o maior baile de máscaras da cidade. Dezenas de bandas tocam ao vivo e algumas apresentações ocorrem. Marcado por problemas de segurança é o único evento em que ocorrem alguns acidentes envolvendo o público. Mas isso não impede que milhares de pessoas visitem o local durante os dois dias de duração. A cada ano o esquema de segurança é melhorado e as pessoas que vão uma vez parecem viciadas em voltar nos anos seguintes.

O sétimo distrito (após a meia noite)

"Ela vai aparecer não se preocupe...." Em meio a enorme sala de recepção da mansão Ônix, sentada, Milena encarava a sua mentora e protegida Elissa. A garota estava vestindo um pequeno vestido negro que caia-lhe perfeito sobre a pele alva. Os olhos da garota revelavam uma fúria contida e, mesmo vítreos davam um estranha impressão de vida.

"Como pode ter tanta certeza? Ela já nos enganou diversas vezes........" Havia fúria naquelas palavras, Elissa mal conseguia pronuncia-las sentido seu peito queimar, assim como a marca que fora feita à fogo no seu último encontro.

"Carmim está planejando a minha morte faz dez dias, como anfitriã deste ano acho difícil que não venha me ver. Você só precisa estar a postos."

Um expressão de desgosto toma a face de Elissa enquanto ela anda para perto de uma das enormes janelas de vidro. Um pouco de chuva cai sobre a armação metálica e as luzes do show e dos preparativos para o baile das sombras iluminam o seu rosto. Era possível ver o enorme Palco se erguendo em meio ao jardim do casarão. Diversas pessoas trabalhavam noite a dentro para terminar a construção no prazo estabelecido. O Halloween estava chegando.

"E quanto à visita, como vai o processo de costura?" Milena trocava de assunto bebendo um pouco de Wisky . sua voz era leve e calma escondendo por completo a expectativa e ansiedade. Ela havia esperado tanto até encontrar a garota ideal.

"Não se preocupe, ela tem bastante vontade mas vai ser quebrada cedo ou tarde. É traço de bom tecido. Ela não vai rasgar fácil como as outras."

"Assim espero."

Ainda olhando perdida para a obra na frente da casa, Elissa, não percebe a visita que vagava em meio aos operários. Lia olhava perdida em meio a todas aquelas pessoas ocupadas. Seu rosto estava molhado de chuva e ela definitivamente estava cansada com tudo aquilo. Andou o dia inteiro pelo lugar e não achou nenhuma pista. Tudo que ela sabia era que Lucy estava sob a terra, em algum lugar. Um lugar com tecidos e bonecas. O tempo corria contra ela e, no olho de sua mente, ela conseguia sentir os batimentos de seu alvo e sabia que, mesmo ainda resistindo, ela não tinha muito tempo de vida. Precisava correr antes que tudo estivesse perdido.

Vindo diretamente dos sonhos o distrito é a arcádia dos tempos modernos. Como um belo sonho infantil ele coroa a vida da cidade e seus moradores. Dinheiro não é problema e nem mesmo a segurança podem oferecer risco. Diversão para as massas o distrito também serve como a melhor arma para reeleição do prefeito da cidade que, clamando por sua as vitórias conquistadas no lugar, oferece esperanças para outros bairros e seus residentes de se tornarem novos Seventh Districts. Mas o mundo não é feito de fantasias e por mais destoante que seja o distrito ele simplesmente não é apenas o que mostra sua superfície.

Ele realmente é o sonho de uma criança, na forma mais visceral da palavra. Mantido a duras custas por uma criança que aprece querer continuar a sonhar o lugar está numa grande caminhada ladeira abaixo para uma terceira decadência. Por baixo das bolas de ar e o glamour da alegria adolescente existem intrigas que escondem um mal maior. Essa criança aos poucos amadurece e conforme seu sonho torna-se mais e mais sombrio assim também fica a sua residencia. Para os adormecidos é um oásis, para o despertos é um campo de guerra que mostra como os panos podem esconder o sangue derramado.

A Casa de Bonecas

A história do distrito começa com a descoberta e o abandono. Vindo diretamente da Europa o dono da loja era um comerciante que participava de uma associação de comércio em Genova. Jusefu Masquedes era, sem sombra de dúvida,um dos mais talentosos comerciantes da sociedade secreta conhecida como “a grande guilda”. Membro desde que abriu sua pequena loja de artigos de porcelana ele realmente ascendeu ao encontrar e se casar com uma talentosa artesã chamada Selene. Selene produzia algumas das mais bonitas bonecas da Europa, sua perfeição assombrava a alma dos compradores de forma que nenhuma corte estaria completa sem pelo menos um par destes artigos de arte. O problema de Jusefu foi descobrir que a verdadeira artista não era sua mulher mas sim um estranho ser que a acompanhava. Uma garota de feições artificiais e recoberta de retalhos, Elissa era a verdadeira força por traz das bonecas. Um demônio na visão de Jusefu a garota era uma ameaça a alma do casal.

Vencido por sua cobiça o comerciante evitava o contato com Elissa mas vendia grato suas bonecas e, enquanto montava fortuna vivia até certo ponto feliz com sua mulher. Até ela morrer....

Sem uma forma de esconder a verdadeira produtora das bonecas de seus amigos ele temia por sua vida. A sua guilda era conhecida pela política inquisitória para com diabolicistas e, temendo a fogueira ele fugiu para o novo mundo com o pretexto de expandir o espaço de influencia da sua sociedade secreta. A tarefa foi cumprida com maestria quando ele abriu uma loja em um lugar inóspito. Por alguns anos ele lá viveu vendendo suas bonecas e tentando se esconder dos amigos na Europa. Até o dia que veio a testemunhar o que ocorrera com sua mulher. Usando suas artes a criança havia preservado o corpo dela com papel e pano tentando mantê-la viva mesmo após a morte. A vista do cadáver empunhado numa das paredes do estúdio de criação levou Jusefu a fugir por sua alma. A doença já lhe atacara e aumentara a sua temeridade a deus.

Na loja só sobraram Elissa e a atendente que, mesmo sem o conhecimento de Jusefu, fora escolhida pela própria garotinha ao vê-la sem seus pais,abandonada numa rua da cidade. Elissa e Sarah tornaram-se amigas apesar da estranha aparência da garotinha. Enquanto criava novas bonecas, Elissa procurava por mai amigas no meio das ruas para ajuda-la com todo o trabalho de criação. Conforme suas amigas cresciam iam ajudando na administração da Loja e cuidavam da garotinha que parecia nunca envelhecer. Quando Sarah acabou por morrer de doenças na cidade Elissa enlouqueceu.

Vendo suas amigas morrer ela teve que fazer alguma coisa. O desejo dela moveu-a em direção a mágika e, aos poucos ela criou e aperfeiçoou formas de manter o corpo humano vivo com panos e linhas. Colocando as suas ajudantes sobre feitiço um reino de terror começou sem que a garota percebesse.

A mágika era algo que exigia muito esforço de Elissa. Manter suas amigas vivas demandava um preço alto que era pago em vidas humanas. Os fios e panos necessários para costurar e manter a alma de suas amigas vivas precisava ser tirado de outras pessoas e, presas a essa necessidade, as meninas buscavam e levavam corpos para sua artesã. Sem coragem para realmente matar as pessoas Elissa prendia suas almas nas bonecas que fazia. Almas essas que chamavam por atenção na vitrines da loja.

As bonecas da casa chamavam muita atenção e, apesar das lendas sobre assassinos e seqüestros que assolavam os bairros próximos o próprio lugar da casa nunca havia sido afetado. Essa aura estranha que rondava o lugar parecia chamar pessoas de todos os cantos. Pessoas que queria suas próprias bonecas e sem saber, queriam para si as almas adormecidas dentro das mesmas.

Até que um dia chegaram novos magos ao distrito. Trazendo sua mágika artística dentro da Loja que abriram a cabala autodenominada Guilda Artística montou seus estandes perto daquele lugar sombriamente inspirador. A forma com a qual a guilda moldou-se a volta da loja e fez com que o bairro crescesse criou um local de caça perfeito para as bonecas de Elissa. Artistas vinham fazer suas exposições os mais promissores eram financiados enquanto todos esperavam um possível despertar. O clima que se instalou chamava potenciais clientes como abelhas ao meu. Um futuro promissor demais.

Logo que muitos lucros foram estabelecidos o Olhar da Grande Guilda (que agora se chamava Sindicato) começou a examinar com mais calma o local. Vendo a fortaleza imposta pelos magos do local ela, junto com toda a tecnocracia iniciou um projeto de Dividir para conquistar que acabou com a hegemonia do bairro no ramo de divesão. Apo metade da Guilda Artística abandonar o comercio no local o sindicato impôs suas restrições e iniciou uma guerra que quase significou o extermínio dos magos locais.

Sem nunca antes saber da existência de Elissa a guilda nunca havia notado as bonecas com um olhar mais investigativo. Ao perceber a mágika envolvida com aqueles experimentos eles chantagearam a garota a ajuda-los a menos que quisesse ser exterminada como o ‘demônio que ela era’. Elissa, ao se ver ameaçada a perder tudo mais uma vez concordou plenamente e, em sua inocência infantil, criou mais tropas para os magos. Em poucos anos um terceiro andar subterrâneo interiro existia cheio de tropas esperando para serem usadas.
A guerra não durou muito e, se trancando dentro da Loja Elissa dormiu esperando a morte ou um futuro melhor. Simplesmente desfazendo as próprias criaturas que criara para manter as garotas que transformara em bonecas vivas. Esse foi o tempo no qual sua arte se aperfeiçoou e a falta de convívio com o resto da humanidade marcaram fundo a alma da pequena garota. Ela fui fundo dentro de sua própria depressão perdendo aos poucos o pouco de inocência que tinha conforme algumas de suas ‘filhas’era feitas em trapos para manter as outras vivas.

Enquanto isso do lado de fora dos porões escondidos da loja o Sindicato moldava o bairro que havia destruído em uma nova esperança. Uma esperança tecnocrata. Conjuntos habitacionais e comércio controlado criavam uma geração preparada para os sonhos de consumo do amanhã. Tudo perdia o espírito no Seventh District e esse espírito era substituído por força de trablho e patriotismo.

As bonecas se rebelaram. Quando acabou a matéria prima para descosturar e remendar as bonecas Elissa viu, pela primeira vez as bonecas se rebelarem. A loja foi quebrada e elas foram a caça. A ameaça gerou uma série de assassinatos conforme as garotas eram engolidas por sua própria ira. Elissa começava a perder o que restava dos vestígios de sua infância. Ela estava atormentada e logo que resolveu sair incendiou a Loja e prendeu suas próprias criações lá dentro. Ela observou-as morrer em um inc6endio que queimou o bairro todo alimentado por sua ira.

Conforme os sonhos de elissa tornavam-se negros todo o seu bairro também se tornou. Vagando em meio ao que restou do conjunto de lojas ela virou uma lenda urbana.

Foi então que chegou Milena Herthy.

Parente de Sarah Herthy, atendente da loja. A jovem se vira atormentada durante a infância pela boneca de família que, após ter sido confeccionada por Elissa era dada as mais novas meninas do sangue. Essa Boneca era como a filha de Milena que, após um acidente de carro ficou estériu com as operações que tentaram salva-la. Obcecada pelas bonecas e a história da família ela acabou indo para a antiga loja e achando lendas que batiam com a Lenda de família sobre a garota que parecia uma boneca. Se a garota tinha feito tudo que as lendas fizeram ela poderia realizar o sonho de Milena de ter uma filha.

Num beco escuro Milena achou Elissa e quase foi morta. O sangue que escorreu dos ferimentos da Rica empresária era o mesmo de Sarah e Elissa foi tomada por lembranças do passado. Como se estivesse diante da própria amiga ela simplesmente chorou. Milena seguiu com seu plano e, a pedido da Jovem Elissa reestruturou o bairro através de tratos com o prefeito e seu casamento com o secretário de urbanização. A faxina foi feita a moda antiga por Elissa. Os que profanara seu lar foram usados como uma nova fonte de recursos para criar mais bonecas. Bonecas essas que eram agora retiradas da empresa de modelos de Milena.

Midnight war in neverland

A casa de bonecas é, para a sociedade mágika, nada mais que uma loja onde Milena gosta de passar o tempo. Escondida mesmo dos magi Elissa trabalha de forma secreta como sempre fizera desde que fora pega pela primeira vez pela inquisição. Criando e pesquisando ela aos poucos desenvolve uma vontade de crescer que amadurece regada a sangue e lembranças dolorosas. O ódio que ela desenvolveu nas noites passadas pela Guilda de Arte e pelo sindicato aos poucos leva-a a beira da sanidade que lhe resta. Criando suas tropas ela aos poucos guia os passos de Milena com intenção de destruir todos os possíveis membros das duas facções que entrarem em seu território. A forma com que o bairro foi moldado é, de forma sutilmente reconhecível, a manifestação do campo de distorção dessa desaurida. As coisas que, há algum tempo eram apenas infantis, aos poucos tomam um tom mais rebelde e agressivo. A morte vem finalmente entrando no espectro da jovem e essa morte está tomando conta de tudo a volta.

A guilda de arte voltou ao seu bairro reconstituída por novos magis que ressuscitaram-na a duras custas. Muitos deles nem suspeitam o que aos poucos vem atacando seus custos e artistas preferidos. A guerra da meia noite é uma batalha unilateral, com Elissa usando o elemento surpresa em seus esquemas para eliminar oposição no domínio do seventh district. O extermínio planejado destes magos vem sendo aos poucos construido com um laço de favores bem plantados. Como líder da liga de comércio e mulher do secretário de Cultura da cidade, Milena, vem oferecendo locais seguros para muitas cabalas e membros das tradições realizarem suas festas e rituais. A maioria simplesmente considera esse gesto uma cortesia vinda de uma magi que recém controlou um território na cidade ,mas eles também sabem que essa cortesia deve ser paga como qualquer outra. A quantidade de filhos do éter que se reuniu dentro das convenções de startrekk ou mesmo a quimera que foi liberta por um aprendiz verbena dentro da feira da renascença são favores caros e essas cabalas compreendem o tamanho de suas dívidas para com a empresária.

Dentro do Seventh District ocorre o sumiço de algumas pessoas que, com os contatos cultivados por Milena, ficam por debaixo dos panos. Esses desaparecimentos são parte de dois distintos movimentos que ocorrem no bairro. O primeiro é feito com o consentimento de Elissa que, para melhorar suas habilidades precisa de matéria prima para novas bonecas e o segundo vem de um fato que nem mesmo a menina percebeu. Conforme o tempo vai passando sua mágika está ficando cada vez mais fraca e as modelos que foram transformadas estão precisando recorrer a um outra fonte para se manterem vivas. Essa fonte é uma antiga criação de Elissa que, planejando tomar a loja para si, sobreviveu ao incêndio e está guiando todas as prisioneiras para fora. Essa boneca, Carmim, está com um trato com um dos membros da Guilda de Arte que, pretendendo tomar controle da guilda, está esperando Elissa fazer seus primeiros movimentos.

A terceira frente de Guerra está no grupo do sindicato que, procurando acabar com a atividade dissidente dentro do bairro vai transformar o lugar em um grupo de lojas de segunda importância. Sob o comando de um simpósio estabelecido para saber como eliminar as freqüências estranhas que o bairro emite foi decidido que o primeiro passo para atacar o desaurido que ali vive é força-lo a sair de seu esconderijo. O que eles acham provável acontecer caso venha a acontecer uma desvalorização e, portanto, alteração na realidade do local.

A onda de loucura infantil que atravessa toda região era ignorada por ter efeitos que beneficiavam o comércio no local. Mas conforme os técnicos prevêem mudanças no caráter da falha todo um amalgama é movido para o local para investigar e achar uma forma de eliminar a causa de todo o problema. Esse amalgama, sob a máscara de empresário do ramo da música circula por todo distrito nas festas e convenções procurando usar os jovens artistas envolvidos como bodes expiratórios para investigações. Essa ação já revelou, acidentalmente, a identidade destes tecnocratas a um grupo de despertos que tem como refúgio uma loja no local.

local original: Page of Mirrors
nome original: Movimentos Noturnos
autor(es): Kaworu Naguisa
tradutor(es):

 Navegação Rápida