Cidadelas e Necrópole


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


A forma e a configuração do mundo dos mortos não depende apenas da terra dos vivos. Na verdade, existem muitos casos em que o inverso ocorre, e um deles é a Necrópole, a cidade dos mortos.

Em muitos aspectos, os mortos mantêm inalterados seus hábitos como seres vivos. Eles vivem próximos uns aos outros, procurando segurança em números e na proteção de indivíduos mais fortes. Suas vilas e cidades sobrepõem-se às cidades dos vivos em praticamente todos os casos, porque os vivos são a fonte de sua riqueza e sustento. A Necrópole mantém uma grande semelhança com a cidade mortal cujo espaço ocupa, mas também exerce sua própria influência.

Quantas vezes o caro leitor já esteve nas ruas e nos becos fétidos das regiões mais decadentes de uma cidade? E quantas vezes, nesses lugares, já sentiu - sem causa aparente - um medo profundo, como se estivesse numa capela mortuária ou numa ruína assombrada? Nesses momentos você estava adentrando as sombras que a Necrópole projeta na Terra. Nesses lugares, a presença dos mortos é quase tangível, e o mundo dos mortos molda a realidade terrestre à sua imagem e semelhança.

Quando você estiver num lugar como esse, abotoe o colarinho do casaco e siga em frente, dando graças aos céus por ter visto apenas o seu próprio lado do espelho. Pois se tivesse tido uma visão do mundo dos mortos, teria visto coisas bem piores do que mendigos ou gangues de rua: teria presenciado imagens de pesadelo e planos tão funestos que enrubesceriam os senadores da antiga Roma.

Numa Necrópole pode haver muitos Lugares Assombrados, mas todos têm em comum a semelhança das ruas de um bairro miserável. Acima de todas está a Cidadela, a acronecrópole onde reinam os Anacreontes da Hierarquia, que governam em nome dos Senhores Mortais. Esta, contudo, não é uma regra geral: umas poucas Necrópoles ostentam as bandeiras dos Renegados ou dos Hereges, mas a maioria é regida com punho de ferro pela Hierarquia. As exceções geralmente diferem apenas nas cores de suas bandeiras.

local original: Aparição - O Limbo
nome original: Prelúdio
autor(es): desconhecido
tradutor(es): desconhecido

 Navegação Rápida