Domínios


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Você vê a aparência negra e ácida na área que circunda a cidade? E uma Peste, formada pelos lixos tóxicos e lançando seu reflexo nesta área da Penumbra. Existem lugares igualmente lindos, de grande pureza, conhecidos como Vales. Ambos são conhecidos como Dominios. Eles não são Reinos verdadeiros, mas na verdade zonas de transição sem fronteiras. Se aqueles no lado terreno da Película continuarem jogando seu lixo tóxico nas redondezas, a Peste crescerá e apodrecerá o espírito, tornando esta área da Penumbra mais perigosa e poluída.

Dentro de cada camada Umbrática existem Reinos de vários tipos. Alguns são construídos por magos para seu uso particular; outros aparecem pela vontade dos Lordes Umbróídes (criaturas de grande poder), ou como reflexos de sonhos ou conceitos poderosos, e outros se formam por razões que poucos de nós compreendem. A maioria dos Reinos Umbráticos tem uma forma fixa, apesar dos mais distantes da Terra serem extremamente caóticos e com mudanças aparentemente feitas ao acaso. Talvez nós apenas não entendamos ainda o seu padrão. Todos têm suas próprias realidades, e a maioria tem uma porção física e uma espiritual, assim como a Terra possui. Você pode imaginar os Reinos como sendo bolsos de realidade no sobretudo etéreo do mundo espiritual, ou imagine-os como sendo bolhas de sabão flutuando no mar Umbrático.

Cada planeta no nosso sistema solar supostamente tem sua própria Umbra Rasa, assim como a lua. Como cada um é um Reino dentro dos seus direitos, com seu Celestino governante, isso dificilmente é uma surpresa. Entretanto, eles não são os únicos Reinos. Existem muitos tipos e tamanhos, alguns do tamanho de um planeta, outros menores que uma bolha, muitos efêmeros e outros sólidos como a Terra. Nós classificamos muitos tipos de Reinos que a maioria dos magos entende: Reinos Fragmento, Reinos da Sombra, Reinos ao Horizonte, Reinos do Paradoxo e Reinos Oníricos. Não fique muito preocupado. Eu falarei deles novamente quando os encontrarmos. Por enquanto, apenas aceite que cada parte da Umbra é hospedeira de muitos Reinos.

local original: Mago - A Ascensão
nome original: Os Outros Mundos
autor(es): desconhecido
tradutor(es): desconhecido

 Navegação Rápida