A Teia Digital


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Eu o trouxe para o Reino Cibernético para que possamos entrar na Teia Digital. Sim, é um lugar muito futurístico, e a Teia Umbrática Computadorizada é muito grande. A teia parece muito com o padrão das aranhas. O interior da Rede, como muitos a chamam, também lembra seu trabalho. Ali - aquele poço de luz entre as espirais de teias retorcidas é um Portal aberto para a Teia Digital. Seja corajoso; para entrarmos em um Reino estranho precisamos entrar num Portal. A sensação é desconfortável, até mesmo dolorosa, mas nenhum dano real acontecerá a você. Eu fico imaginado se os raios transportadores primitivos da Jornada nas Estrelas eram parecidos com isto. Se forem, agora eu sei porque eles às vezes usavam um veículo ao invés de serem teletransportados! Haverá um pouco de dor, e as coisas parecerão muito brilhantes, muito rápidas e incompreensíveis durante os primeiros momentos após chegarmos. Vamos lá. Os Adeptos da Virtualidade e outros viajantes usam mágikas para mandarem suas naturezas espirituais pela Rede ou para codificar seus corpos físicos em informações, projetando-se fisicamente dentro dela. E você achou que virar matéria espiritual era estranho!

Fique de olhos abertos. Aqui estamos nós. Eu sei muito pouco sobre este Reino; ele é feito muito mais para os Adeptos da Virtualidade do que para os Oradores dos Sonhos. Nós não ficaremos muito tempo, pois há muitos perigos aqui - espíritos da Rede que podem não ser amistosos ou magos da Tecnocracia tentando reivindicar o máximo da rede que eles conseguirem.

Você consegue ver aqueles cabos brilhantes e retorcidos? Eles são fios de possibilidade, padrões da teia que ainda não foram reivindicados, não recebendo ainda as marcas da mente de uma pessoa. Você entende o que isso quer dizer? Um mago pode entrar na Teia Digital e simplesmente criar sua própria realidade aqui dentro. Ali, mais ao longe, vejo um Reino iluminado se formando sob nossos olhares. Até mesmo os Adormecidos podem dividir um pouco disso através da realidade virtual, abrindo suas mentes para novas possibilidades. Isso pode até mesmo Despertar alguns deles.

Onde estamos? E difícil de dizer. A Teia em si mesmo está dentro da Película, mesmo assim está dentro da sua mente também. Alguns dizem que isto é na verdade o remanescente de um Reino despedaçado, conhecido como Monte Qaf, criado pela Tradição perdida conhecida Como Ahl-i-Batin. Portanto, pode ser também um Reino na fronteira entre o espírito e o pensamento. Como um Reino do Horizonte, os magos podem padronizar seus pensamentos aqui para criar áreas que estejam de acordo com seus paradigmas. Se isso realmente for um meio de moldar a própria realidade, a Teia Digital é um avanço fantástico na Guerra da Ascensão. Por enquanto, ninguém conseguiu provar se isso é, de fato, o que está realmente acontecendo aqui ou se tudo não passa do fruto de nossas mentes.

local original: Mago - A Ascensão
nome original: Os Outros Mundos
autor(es): desconhecido
tradutor(es): desconhecido

 Navegação Rápida