Combate Umbral


Aviso: Mago: A Ascensão é um jogo. É um jogo sobre temas maduros e questões complexas. O material à seguir tem relação com este jogo. Como tal, ele não requer apenas imaginação, mas também bom senso. O bom senso diz que as palavras de um jogo imaginário não são reais. O bom senso diz que as pessoas não devem tentar realizar "feitiços mágicos" baseadas em uma criação totalmente derivada da imaginação de outra pessoa. O bom senso diz que você não deve tentar desvendar agentes do sobrenatural com inspiração em uma obra completamente fictícia. O bom senso diz que jogos são apenas para se divertir e quando eles acabam, é hora de colocá-los de lado.
Se você perceber que está distante do bom senso, desligue seu computador, afaste-se calmamente e procure ajuda profissional.
Para o restante de vocês, aproveitem as irrestritas possibilidades de sua imaginação.


Quando um mago entra na Umbra de qualquer maneira física "percorrendo atalhos" ou abrindo uma passagem pela Película), ele passa para um mundo onde as leis habituais da realidade não se aplicam. O Paradoxo existe, embora seja reduzido. Toda mágika é considerada coincidente na Umbra Rasa, independente da forma que ela tome. Não há nenhum tipo de Paradoxo na Umbra Profunda, de modo que é possível realizar Efeitos realmente espetaculares.

Todas as dificuldades para ataques de mortais na Umbra são aumentadas em + 1. Seres materiais não podem ferir fisicamente os espíritos a não ser que os umbróides se Materializem . Magos com trós pontos ou mais em Espirito podem ignorar esta regra; todos os outros irão apenas golpear efémera. Pistolas são inúteis aqui. Mágikas de Vida e Matéria são imprestáveis a não ser que o umhróide se Materialize. A Esfera do Espírito funciona como mágikas de Vida quando usada contra seres de efêmera (e Matéria quando usada contra efêmera inanimada), enquanto que Entropia 4 + Primórdio 2 inflige dano contra estes seres em seu próprio lar.

Os testes dos Atributos de um umbróide (i.e., um espírito esquivando-se para evitar um raio de Força na sua direção) são calculados usando-se a sua Força de Vontade. Em outras palavras, o espírito que esteja esquivando-se testa sua Força de Vontade contra os sucessos do mago, ao invés da sua Destreza + Esquiva.

Lutando contra Espíritos

Espíritos não atacam fisicamente. Ao invés disso, um espírito hostil testa sua Força de Vontade para acertar alguém, e então testa sua Fúria para provocar dano (se for bem sucedido no primeiro teste) ambos com uma dificuldade de 6. O umbróidc está usando sua raiva contra o ofensor, e não o está atacando fisicamente (a não ser que ele esteja Materializado, é lógico). Cada sucesso obtido causa um Nível de Vitalidade de dano agravado. Um mago pode absorver isto com contramágikas de Espírito (e apenas Espírito), dificuldade 6, ou testando seu Arete contra uma dificuldade de 8.

Cada sucesso reduz o dano provocado pelo espírito em um Nível de Vitalidade. Espíritos que lutem uns contra os outros reduzem o
seu Poder, não a Vitalidade.

Um espírito Materializado ataca, absorve ou defende usando seus Atributos Materializados, embora a Gnose ainda substitua as Características Sociais e Mentais. Espíritos não podem absorver dano a não ser que tenham um Encanto de Armadura. Embora um espírito Materializado possa sofrer dano agravado na Terra, espíritos não sentem a diferença entre os dois tipos de dano na Umhra (ai). Seres efémeros que têm seu poder reduzido abaixo de
zero dissipam-se, ás vezes reformando-se mais tarde, ás vezes morrendo completamente.

local original: Mago - A Ascensão
nome original: Os Outros Mundos
autor(es): desconhecido
tradutor(es): desconhecido

 Navegação Rápida